A Conduta Filial

Há muito tempo, na China, houve cinco rapazes, inclusive Yuang-chung. Originalmente, eles eram estrangeiros de diferentes regiões e tinham sobrenomes diferentes, mas fizeram uma promessa de tornarem-se irmãos e jamais voltarem-se uns contra os outros e com o tempo acumularam três mil tesouros.

Todos os rapazes eram órfãos, e pesarosos por esse fato, quando encontraram uma mulher idosa ao longo da estrada, decidiram honrá-la como se fosse sua mãe. Assim o fizeram durante vinte e quatro anos, nunca indo contra o desejo dela o mínimo que fosse.

Então, a mãe subitamente adoeceu e ficou impossibilitada de falar. Os cincos filhos fitaram o céu e disseram: “Nossos esforços para cuidar de nossa mãe não foram apreciados e ela foi apanhada por uma doença que a impede de falar. Se o céu conceder aos nossos sentimentos filiais qualquer reconhecimento, oramos para que lhe restitua a capacidade de falar”.

Naquele momento, a mãe disse aos seus cinco filhos: “Em tempos passados, fui a filha de um homem chamado Yang Meng da região de Tai-yuan. Casei-me com Chang Wen-chien, que era do mesmo lugar, mas ele faleceu. Naquela época, tive um filho chamado Wu-i. Quando ele estava com sete anos, a rebelião irrompeu na região, e eu não sei o que aconteceu com ele. Vocês, meus cinco filhos, cuidaram de mim por vinte e quatro anos, mas eu nunca lhes contei sobre isso. Meu filho, Wu-I, tinha marcas parecidas com as setes estrelas da Ursa Maior em seu peito e, na sola de seu pé direito tinha uma mancha negra”. Acabando de dizer isso, ela morreu.

Quando os cinco filhos estavam acompanhando o corpo dela ao cemitério, encontraram o magistrado local na estrada. O magistrado deixou cair uma bolsa contendo documentos importantes, e os cinco rapazes, sendo acusados de roubá-la, foram detidos e amarrados. Quando o magistrado os confrontou, indagou: “Quem são vocês ?”, e os cinco jovens contaram-lhe tudo o que ouviram de sua mãe.

Ao ouvir isso, o magistrado quase caiu de seu assento, fitou os céus e então curvou-se em prantos. Ele libertou os cinco homens das cordas que os prendiam, conduzindo-os ao seu assento, e disse: “Sou Wu-I, e foi de minha mãe que cuidaram ! Durante estes vinte e quatro anos conheci muitos prazeres, mas como jamais pude parar de pensar em minha amada mãe, eles nunca foram reais prazeres para mim !”. Logo, ele apresentou os cinco homens ao soberano do país, e cada um foi designado chefe de uma província.

 

Deste modo, mesmo estranhos foram recompensados quando se reuniram e trataram alguém como a um pai ou mãe. Isto se aplica ainda mais ao caso de irmãos e irmãs verdadeiros quando eles tratam-se com amabilidade e cuidam de seus próprios pais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *