A Propósito, Qual É O Propósito?

PROP

Sem querer ser nostálgico, mas já sendo, os anos 80 marcaram a minha geração principalmente na área cultural. As músicas desta década ainda são muito tocadas. Você se lembra daquele grupo o Ultraje a Rigor? Ele tinha uma música chamada “Inútil”, que fez muito sucesso na época.

Segue um trecho:

“A gente não sabemos

Escolher presidente

A gente não sabemos

Tomar conta da gente

A gente não sabemos

Nem escovar os dente

Tem gringo pensando

Que nóis é indigente…

“Inúteu”!A gente somos “inúteu”!

“Inúteu”!

A gente somos “inúteu”!

Esta música trata de um problema crônico e global que é o desconhecimento do propósito da vida.

Eu tinha uns 15 anos e já namorava a minha atual esposa (que privilégio!) e estávamos saindo de um shopping na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, refletindo sobre nosso futuro e expectativas. Naquele momento nossos olhos se encheram de lágrimas como uma mistura de expectativa e frustração em não ter as respostas para o propósito das nossas vidas.

Em algum momento da vida nós deitamos a cabeça no travesseiro e pensamos que a vida é mais do que isso: acordar, trabalhar, ver TV. Finais de semana, festas, cinema e, se tiver sol, uma praia. Talvez você esteja pensando “Ah, mas isso é viver!”, não isso é existir.

Existir está para coisas ordinárias, assim como viver está para coisas extraordinárias.

Viver implica na capacidade de identificar seus dons e talentos, utilizá-los e fazer aquilo que você nasceu para fazer, de forma extraordinária, produzindo algo de valor para o próximo e recebendo a satisfação de fazer algo que valha à pena.

Eu conheço e, talvez você também, pessoas que:

– Não se sentem realizadas.

– Sentem que é uma farsa.

– Parecem estar vivendo a vida de outra pessoa.

– Estão vivendo o que os outros queriam que ela fosse.

– Tentam fingir que são coisas que não são e nem quer ser.

A descoberta do propósito passa por:

1 – Identificar quais são os seus talentos

Todos nós somos dotados de talentos. A palavra talento no inglês é Gift que também significa “presente”. Sim, talento é um presente que recebemos ou adquirimos. Existem os talentos natos (atrelados à sua personalidade) e os adquiridos (obtidos por meio de experiências de vida, estudos etc.) Um talento é uma habilidade diferenciada e o seu resultado é algo que você faz com excelência e melhor do que a média.

2 – Servir

Pense num músico de sucesso que você goste. Ele só obteve sucesso porque exercitou o dom servindo ao próximo. Sim. Você gasta dinheiro para comprar um DVD, ingresso de show, porque percebe valor no que ele produz. O dom deste músico em exercício agrega valor a você. É assim também com aquele médico excelente amigo da sua família. O que você tem feito com os seus dons? Como os seus dons vêm servindo ao próximo? O sucesso e a satisfação estão garantidos quando se coloca o dom a serviço do próximo.

3 – Perder o tempo de vista

O tempo é o grande inimigo da obrigação. Tudo que fazemos que esteja isento de prazer demora a passar. É praticamente uma lei universal. Mas se você está lendo este artigo e buscando identificar qual é o propósito da sua vida, procure se lembrar de experiências em que você desenvolveu atividades tão prazerosas que nem viu o tempo passar. Possivelmente, a realização de atividades que nos proporcionam este sentimento, são atividades alinhadas com os seus dons e propósito.

O meu desejo é que você seja capaz de completar a frase “Eu existo para…” e, ao ter a convicção do seu propósito, focar todos os seus talentos e cumpri-lo da melhor forma, estando certo de que a felicidade e a satisfação serão suas companheiras inseparáveis. Robson Vitorino para o RH.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *