Agora Vai… Outra Vez!

Agora vai… outra vez!

As métricas estão tomando conta da vida corporativa do país, a exemplo do que ocorre, há anos, nas companhias profissionalizadas em todo o mundo.

Métricas são, por exemplo, os índices econômico-financeiros de todo tipo, os indicadores de desempenho, de produtividade, de qualidade, de marketing e vendas e de outros parâmetros. O objetivo é mensurar numericamente os resultados obtidos sobre as metas.

Há um índice ainda desconhecido e apropriado para empresas familiares dirigidas por patrões ou herdeiros ineptos. Tenho a honra de lhes apresentar o “índice agora vai”.

Ter um patrão despreparado à cabeça dos negócios é o mais terrível caos que se pode imaginar. Todos os dias um novo rumo a ser tomado; toda hora uma ideia desvairada. São estes os recursos de que ele lança mão para comandar.

Você o verá demitir funcionários importantes inexplicavelmente.

Você o verá comprando, sem qualquer propósito, um novo software de gestão –implantado, é claro, sem qualquer planejamento.

Você o verá adquirir propostas mágicas oferecidas por milagreiros apenas por ter ouvido uma história de sucesso a respeito.

Mas há dramas ainda maiores que farão o drama de se viver num cenário desses.  Você presenciará a contratação de funcionários “messiânicos” ou de mais um consultor famoso sobre quem repousará –por algum tempo– a expectativa de que “já raiou a salvação no horizonte da empresa”.

Vamos à prática. Pegue a última página da sua agenda e anote nela o número de “agora vai” que você já viu ao longo do seu tempo nesta empresa. Faça o mesmo nos próximos seis meses. Este é o indicativo de que você precisa começar a imediata busca de um trabalho mais digno. Sabe por quê? Ou você acabará louco ou se converterá, muito em breve, na razão necessária para ser enxotado dessa empresa levando na bagagem a culpa das últimas loucuras de um chefe que só precisa de outro tolo para renovar as esperanças dos demais por meio do bom e velho discurso de que “agora vai”!

 

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é simplicidade. É autor do livro “Torta de Chocolate não Mata a Fome – Inspirações para a Vida, o Trabalho e os Relacionamentos” (Ed. nVersos, 2012). Contatos: shapiro@shapiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *