Bom Humor, O Anti-Estresse Natural

Buscar solução é ser leve. A forma como pensamos tem de ser baseada em princípios, em confiança. Quando não há confiança há medo e dúvidas. Com confiança o som que escutamos é do coração e não do cérebro. Cérebro é lógica. Coração é voz interior, é suave. Precisamos mudar o padrão de ouvir com a cabeça e passar a ouvir com o coração. O pequeno ser está tão aprisionado com os cadeados da mágoa e do ciúme que é difícil alcançar o eu interior. É com confiança que ouvimos a voz interior. É da voz interior que vem a verdade.

Há duas formas de falar: (1) O que irá acontecer? e (2) Seja o que acontecer, será bom. Na primeira, há instabilidade e preocupação. Na segunda, há estabilidade e leveza. Há duas formas de meditar: (1) pedir para que os desejos sejam realizados e (2) aceitar e entender que tudo que vier será bom. Deus sabe melhor do que eu o que é melhor para mim. Às vezes, não percebemos os milagres porque estamos condicionados a “eu quero isso, eu quero aquilo”. Não estamos sozinhos, há vários elementos como outras pessoas, atores, a natureza. Não precisamos querer controlar tudo, mas simplesmente observar como as coisas acontecem. Após fazer a ação, assista e veja o que acontece. Quando há medo nos comparamos. Ao invés de dizer “eu vou fazer” diga: “nós vamos fazer”. Assim você dá mais espaço para os outros irem com você.

Quando combinamos os recursos internos com os recursos de Deus, inúmeras possibilidades surgem. Só quando você é experiente você pode guiar o outro. Para isso é preciso viver de forma limpa, ter um coração generoso. É nesse mundo que podemos experimentar ser livres. Fomos nós que criamos nossa prisão. Temos que aprender como pensar, manter o pensamento: “eu tenho esperança”. Existe um ditado que diz: “Deus ajuda aqueles que ajudam a si mesmos”. Criem essa parceria com Deus e compartilhem tudo com Ele. Nós pensamos que Deus esquece o que falamos para Ele e por isso ficamos sempre relembrando Ele.

Tem pessoas que não sabem tomar a ajuda de Deus. Tem outras que acham que não precisam da ajuda de Deus. Ambas estão erradas. Cada oração é ouvida. Cada pensamento é respondido. Ver a vida assim é ver a vida diferente. Você começa a ver tudo com gratidão ao invés de dizer “fui eu que fiz”. Quando somos gratos sentimos leveza e grande felicidade. Ter dois tipos de relacionamentos: (1) Deus não faz nada sem a minha participação e (2) Eu não posso fazer nada sem a participação de Deus. Isso reduz o estresse e dá liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *