Brainstorming

Tomada de Decisão

Criatividade

Inovação

“Aprenda com as pessoas. Planeje com as pessoas. Comece com o que eles já têm. Construa sobre o que eles já sabem. Quando a tarefa é realizada. Todas as pessoas dirão: Nós que fizemos”

Lao Tzu – Filósofo Chinês – Sec. VI a.C.

 

O Brainstorming é uma das ferramentas de gestão mais conhecidas nas empresas.

Nas minhas palestras ou treinamentos, eu faço uma pesquisa rápida e o resultado é que mais de 80% das pessoas conhecem o Brainstorming. O que surpreende é que menos de 20% das pessoas utilizam esta ferramenta.

Acredito que as pessoas não utilizam o Brainstorming, mais por falta de conhecimento do que por falta de habilidade.

Objetivo deste material: Melhorar o conhecimento sobre o Brainstorming.

• Apresentar as regras básicas do Brainstorming

• Apresentar onde e como aplicar o Brainstorming

• Eliminar alguns dúvidas ou obstáculos em relação à aplicação do Brainstorming

O Brainstorming foi criado por Alex Osborn, um publicitário americano em 1939, primeiramente chamado de “Think up”. O termo “Brainstorming” e as suas regras estão no seu livro: “Applied Imagination: Principles and Procedures of Creative Thinking” (1953) Este arquivo, e outros, serão atualizados periodicamente e estarão disponíveis no site do grupo Líder-Facilitador

Processo Decisório

• Gerar Opções

• Quantidade

• Escolher

• Qualidade

Foco

Tema

Basicamente, o processo decisório (e o processo criativo) é composto de duas etapas:

Gerar Opções ou alternativas. O objetivo é a quantidade.

Escolher a melhor opção. O objetivo é a qualidade.

Na primeira etapa, “Gerar Opções”, nós podemos usar a ferramenta Brainstorming, que é uma ferramenta que estimula a geração de várias idéias.

Nesta etapa buscamos a quantidade de idéias, não avaliamos se as idéias são boas ou não.

A melhor forma de ter uma grande idéia e ter um monte de ideias Linus Pauling

 

Nada é mais perigoso que uma idéia, quando ela é a única que você tem Emile Chartier

Na segunda etapa, “Escolher a melhor opção”, nós podemos utilizar o procedimento de votação, que é uma ferramenta de escolha bem simples.

Nesta etapa buscamos a qualidade das idéias, então, avaliamos se as idéias são boas, utilizando critérios e comparando cada idéia com as outras.

A chave do sucesso para o processo criativo é: “Não julgar as idéias na primeira etapa”

 

Regras – Brainstorming

Não julgar / Não criticar

Não avaliar as idéias

Pegar carona nas idéias apresentadas

Deixar fluir as idéias

Buscar a quantidade de idéias

O Brainstorming é uma ferramenta para estimular a geração de idéias.

As regras do Brainstorming estão no gráfico acima.

Na prática, quando utilizo o Brainstorming facilitando uma reunião de planejamento ou tomada de decisão estratégica, eu só informo a primeira regra “Não julgar as idéias” e o resultado já é satisfatório.

Procedimento básico para utilização do Brainstorming

Reunir um grupo de pessoas (12 pessoas é um bom número)

Definir uma pessoa como escriba, que pode ser um facilitador treinado

Definir o tema

 

Iniciar a geração de idéias com as regras acima No início de uma reunião de planejamento ou tomada de  decisão, eu faço um primeiro brainstorming com o tema “Expectativas”.

Após o brainstorming os participantes escolhem, por votação, as expectativas mais relevantes.

Cada participante escolhe três opções.

Este primeiro brainstorming serve como um aquecimento e também compartilhar as regras do brainstorming. É incrível como o Brainstorming funciona naturalmente.

Tema: Oportunidades de Crescimento das Vendas – Gelatina

Inovar a Embalagem

Novos Sabores

Gelatina Pronta para Consumo

Preparo com Água Fria

Beleza da Mulher / Colágeno

Sobremesa com Menos Calorias

Vitaminas

Brindes Surpresa

Site com Jogos

Nos casos reais geralmente utilizo duas folhas de flip-chart, o que corresponde a 30 idéias aproximadamente.

Após o brainstorming (primeira fase) iniciamos o procedimento de escolha das melhores opções.

Nesta segunda fase, eu geralmente utilizo a votação que é fácil e rápida: Cada participante escolhe, individualmente, as três opções que considera as melhoras idéias utilizando os seus critérios e marca com bolinhas adesivas vermelhas as opções escolhidas.

No exemplo acima temos 10 pessoas e 30 votos.

Após a votação de todos. Separamos as três opções mais votadas.

O facilitador solicita aos participantes o significado das três idéias mais votadas.

Após o entendimento destas opções, os participantes escolhem qual é a melhor idéia através de um voto cada, definindo assim, a idéia vencedora.

Desta forma, terminamos o processo decisório (ou processo criativo):

Utilizamos o brainstorming na primeira fase (Gerar opções / Quantidade

Utilizamos a votação na segunda fase (Escolha / Qualidade)

 

Melhoria Contínua

2. Planejamento: Decision Mapping

Objetivo

Diagnóstico

Ações

3. Implementação

4. Avaliação

Protótipo ou Caso real

1. Necessidade

O Brainstorming é uma Ferramenta para o Trabalho em Equipe e ideal para fazer

Planejamento e Tomada de Decisões Estratégicas com grupos multidisciplinares.

Abaixo a descrição simplificada da aplicação da metodologia “Decision Mapping” utilizando

o Brainstorming. São três etapas: Objetivo, Diagnóstico e Ações Chaves.

• Objetivo:

Utilize o Brainstorming com o seguinte tema: Quais são as Oportunidades de Crescimento para o nosso produto?

 

Utilize a Votação para escolher a melhor Oportunidade de Crescimento.

Definia um Objetivo para esta Oportunidade.

• Diagnóstico: Utilize o Brainstorming com as seguintes perguntas:

Quais são os Obstáculos, Ameaças ou Pontos Fracos que podem nos impedir de atingir o Objetivo definido?

Quais são os elementos ou Pontos Fortes que podemos fortalecer para atingir o objetivo definido?

 

Utilize a Votação e Diagramas de Causa e Efeito para escolher e definir o Diagnóstico.

• Ações Chaves:

Utilize o Brainstorming para gerar idéias para eliminar o Diagnóstico

Escolha a melhores idéias para eliminar o Diagnóstico e atingir o Objetivo.

Dúvidas e Perguntas – FAQ

O Brainstorming é uma ferramenta de criatividade ou decisão?

Tanto o processo criativo quanto o processo decisório tem duas fases:

Gerar Opções e Escolha.

O Brainstorming pode ser utilizado na primeira fase tanto no Processo Criativo quanto no Processo Decisório.

Se o objetivo for criatividade, você pode utilizar o Brainstorming em conjunto com outra ferramenta da criatividade que é a “Associação forçada”.

Mais de 80% das vezes que eu utilizo o brainstorming em equipe é para gerar Inovação, ou seja, a implementação de algo novo, que necessariamente não precisa ser inédito ou criativo. O mais comum é uma idéia conhecida casar com o momento certo para a sua implementação.

Para ser mais preciso, eu utilizo o Brainstorming como ferramenta dentro da metodologia “Decision Mapping” para definir Objetivo, Diagnóstico e Plano de Ações, conforme descrição na página anterior.

Podemos ser criativos utilizando somente o Brainstorming?

Na minha opinião o Brainstorming é a ferramenta ideal para a tomada de decisão.

O brainstorming pode sim, gerar resultado criativo. Se o objetivo for realmente algo criativo, então é melhor utilizar em conjunto com o brainstorming outras ferramentas da criatividade como a “Associação Forçada”.

Para quem conhece apenas o brainstorming, pode utilizar o seguinte procedimento: – Faça um primeiro brainstorming e em seguida escolha as três idéias mais diferentes – Anote o tema do brainstorming e as três idéias mais diferentes em uma nova folha – Faça novamente o brainstorming pegando carona nas três ideais diferentes – Escolha novamente as três novas idéias mais diferentes, – Anote o tema do brainstorming e as três novas idéias diferentes em uma nova folha, – Repita o processo até descobrir uma idéia realmente criativa e útil.

É importante notar que o critério criativo é utilizado na escolha das idéias (segunda etapa do processo criativo).

Quais são as aplicações mais importantes do Brainstorming?

São várias as oportunidades de aplicação do brainstorming: Tomada de Decisão, Planejamento Estratégico, Trabalho em Equipe, Liderança, Comunicação, Inovação, Mudança, Motivação, Comprometimento e Criatividade. O Líder pode utilizar o Brainstorming como ferramenta do processo decisório para fazer o planejamento (objetivo, diagnóstico e ações) em equipe. O planejamento em equipe gera uma melhor comunicação e comprometimento na implementação das mudanças necessárias para atingir os resultados desejados.

Dúvidas e Perguntas – FAQ (continuação)

Quais são os principais obstáculos à utilização do brainstorming na empresa?

Na minha opinião o maior obstáculo é a falta de conhecimento do brainstorming.

Antes de utilizar o brainstorming é importante todos conhecerem a principal regra do brainstorming “não julgar as idéias”. A avaliação e julgamento das idéias ocorrem apenas na segunda etapa do processo decisório.

Se um participante começar a julgar as idéias no meio do brainstorming a quantidade de idéias e também a criatividade será desestimulada.

.

Outro obstáculo: atitude em relação às idéias absurdas. Após o brainstorming, escolha as melhores idéias e não comente as piores ideais. Comentar a idiotice das péssimas idéias é uma prática que desestimula a utilização correta do brainstorming nas próximas vezes.

Outro obstáculo: acreditar que a tomada de decisão em equipe é mais demorada. Um facilitador com prática consegue fazer um planejamento (objetivo, diagnóstico, plano de ações) em uma hora com grupos de 12 pessoas. Além de rápido, o resultado pode ter melhor qualidade, sem contar com a comunicação e comprometimento.

Outro obstáculo: Falta de recursos. O flip-chart é uma ferramenta importante na utilização do brainstorming com grupos com mais de 8 pessoas, mas é possível aplicar o brainstorming utilizando folhas A-4 para grupos pequenos.

Aonde eu posso encontrar mais materiais sobre o Brainstorming?

Livro: “Applied Imagination” Alex Osborn (1953)

Sites na Internet, basta buscar por Brainstorming, ou no endereço abaixo, pesquisar as ferramentas de qualidade e criatividade.

Para saber mais sobre a metodologia “Decision Mapping”, pesquisar no site da Criaviva ou no Grupo Lider-Facilitador.

Eu particularmente acredito que as informações que estão neste pequeno resumo já são suficientes para começar a aplicar o Brainstorming, o que realmente é necessário é praticar. Somente através da prática é possível conquistar a habilidade e conseqüentemente o desempenho ou o resultado desejado.

Desejo a todos, ótimas reuniões e excelentes resultados.

Leitura Complementar – Decision Mapping

No site do Grupo Líder-Facilitador estão todas as informações adicionais sobre a metodologia de Planejamento, Análise e Síntese “Decision Mapping” Endereço: http://br.groups.yahoo.com/group/lider-facilitador/ (a associação é livre) Índice das Apostilas que estão disponíveis na Internet:

• Brainstorming – Conceitos básico de forma prática

• Decision Mapping – Parte 1: Análises Sucessivas

• Decision Mapping – Parte 2: Diagnósticos Sucessivos – Obstáculos

• Decision Mapping – Parte 3: Descoberta dos Objetivos

• Decision Mapping – Parte 4: Acompanhamento e Avaliação

• Decision Mapping – Parte 5: Exemplos de “Mapas Decisórios”

• Decision Mapping – Parte 6: Facilitação de Reunião de Planejamento

• Aplicabilidade do Decision Mapping – Apostilas individuais:

 

Liderança com Atitude Estratégica

Planejamento Estratégico

Gestão Estratégica do Tempo

Motivação

Atitude Consultiva e Estratégica

Análise Estratégica do Clima Organizacional

Estratégias de Recolocação Profissional

Boa Leitura

Eurico Gushi

 

“Aprenda com as pessoas Planeje com as pessoas Comece com o que eles já têm

Construa sobre o que eles já sabem Dos melhores líderes Quando a tarefa é realizada

Todas as pessoas dirão Nós que fizemos        Lao Tzu – Filósofo Chinês – Sec. VI a.C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *