Caranguejos

Imagem 93

Frustrados não gostam de ver as pessoas perseguindo sonhos…

Outro dia passava em um programa na televisão, sobre a pesca dos caranguejos. A ênfase era dada a uma espécime que é muito difícil de ser capturada, ágil e inteligente o suficiente, para escapar de todo tipo de armadilhas para caranguejos. Não obstante, milhares deles são capturados diariamente, devido a um traço particularmente humano que possuem.

A armadilha é uma jaula de metal com uma abertura na parte superior. A isca (um pedaço de carne) é colocada na jaula e esta é mergulhada na água. Chega um caranguejo, entra na jaula e começa a beliscar a isca. Um segundo caranguejo se une a ele, um terceiro, um quarto… uma festa. Finalmente não há mais isca. Os caranguejos poderiam subir pelas

laterais da jaula e sair pela abertura, mas não o fazem, permanecem lá dentro. Outros

caranguejos chegam e se unem a eles, muito depois que a isca, o suposto banquete, desapareceu.

Se um dos caranguejos se dá conta de que não há motivos para permanecer na jaula e tenta sair, os outros se unem e o impedem de deixar a jaula. Se persiste, os demais arrancam-lhe suas tenazes para que não possa subir. Todavia, se continuar persistindo, morrerá.

A principal diferença entre as pessoas e estes caranguejos é que eles vivem na água e nós na terra. Qualquer pessoa que tenha um sonho que o permita sair da jaula, o lugar comum, a zona de conforto, a estagnação, deverá tomar muito cuidado com os colegas de “jaula”, os caranguejos humanos, os frustrados… Estes não utilizam a força física, ao menos em geral. Não necessitam fazê-lo.

Têm outros métodos mais efetivos à mão e em suas bocas: insinuações, dúvidas, ridículo, sarcasmo, cinismo, ironia, boicote, humilhação, mentira e outra dezena que foge ao meu vocabulário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *