Como Permanecer Jovem

Livre-se de todos os números não-essenciais.

Isto inclui idade, peso e altura. Deixe os médicos se preocupar com eles. É para isso que Você os paga.

Mantenha apenas os amigos alegres. Os ranzinzas, os que só reclamam da vida só deprimem.

Continue aprendendo.

Aprenda mais sobre o computador, ofícios, jardinagem, seja o que for, até radio-amadorismo. Nunca deixe o cérebro inativo. ‘Uma mente inativa é a oficina do diabo. Trabalhe, estude! E o nome de família do diabo é

Alzheimer.

Aprecie as coisas simples. Ria sempre, alto e bom som! Ria até perder o fôlego.

Lágrimas fazem parte.

Suporte, queixe-se e vá adiante. As únicas pessoas que estão conosco a vida inteira somos nós mesmos.

Mostre estar vivo enquanto estiver vivo.

Cerque-se daquilo que ama, seja família, animais de estimação, coleções, música, plantas, hobbies,

seja o que for. Seu lar é seu refúgio.

Cuide da sua saúde: se estiver boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver além do que Você possa fazer, peça ajuda.

Não ‘viaje’ às suas culpas.

Faça uma viagem ao shopping, até o município mais próximo ou a um país no exterior, mas NÃO para onde Você tiver enterrado as suas culpas.

Diga às pessoas a quem Você ama que Você as ama, a cada oportunidade.

E lembre-se sempre: A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração.

A jornada da vida não é para se chegar ao túmulo em segurança em um corpo bem preservado, mas sim para se escorregar para dentro meio de lado, totalmente gasto, berrando: “Ô Lôco, Que Viagem!”

Viva simplesmente, ame generosamente, importe-se profundamente, fale gentilmente, deixe o resto para Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *