Comparação

Uma das maiores fontes de sofrimento para o ser humano é sentir-se sem valor, inferior, inadequado. E isto acontece sempre que ele se compara a alguém que considera mais talentoso, mais bonito, mais seguro, ou qualquer outro atributo que se queira avaliar.

Para compensar seu sentimento de inferioridade, algumas pessoas passam, então, a criticar os outros, enxergando neles os defeitos que não suportam ver em si mesmos. A única maneira de nos libertarmos deste círculo vicioso de sofrimento, é aceitar que todos, sem exceção, possuem talentos e limitações, o que os torna únicos à sua maneira. Os que possuem uma baixa auto-estima, só conseguem enxergar em si mesmos defeitos e nenhuma qualidade. Mas é preciso entender que isto é um condicionamento, algo que lhes foi imposto, que resultou do julgamento que eles receberam do mundo exterior, e que não corresponde à realidade.

Ser capaz de descobrir suas virtudes e qualidades é a chave para que a libertação aconteça. Não existe meio mais eficaz de se chegar a esta resposta do que aprender a observar os próprios sentimentos e emoções com toda a isenção, sem levar em conta as opiniões e julgamentos alheios.

Através da prática constante e da experimentação, ou seja, da coragem para arriscar-se naquilo que o coração apontar como o caminho desejado, é que se chega, finalmente, a uma autoconfiança sólida, que nada pode abalar.

“A sociedade tem explorado o indivíduo de tantas maneiras que é quase impossível acreditar. Ela criou dispositivos tão inteligentes e astutos que é quase impossível detectar que são dispositivos para explorar o indivíduo, para destruir a sua integridade, para tirar dele tudo o que ele tem – e, sem a criação de qualquer suspeita nele , até mesmo uma dúvida, sobre o que está sendo feito para ele.

A Inveja é um destes dispositivos tremendamente poderosos. Desde a infância, toda a sociedade, cada cultura, cada religião … ensina comparação a todos.

E a criança é obrigada a aprendê-la. Ele é apenas uma tabula rasa, um papel em branco, sem nada escrito, por isso os pais, os professores, os sacerdotes escrevem sobre ele, ele começa a acreditar que é o seu destino, a sua sorte. O homem entra na existência com todas as portas abertas, todas as instruções disponíveis, todas as dimensões para que ele escolha. Mas antes que ele possa escolher, antes que ele possa ser, antes que ele possa até mesmo sentir o seu ser, ele está estragado ….

Ciúme significa viver na comparação….Alguém está acima de você – isto dói. Isso mantém você lutando, passando por todos os meios possíveis – porque se você conseguir ter sucesso ninguém se importa se você teve sucesso corretamente ou erradamente. Sucesso prova que você está certo; fracasso prova que você está errado. Tudo o que importa é o sucesso, então, qualquer meio valerá…. E aquele que está acima de você, está criando ciúme em você, ele conseguiu e você falhou.

…..Você não pode simplesmente pular fora da escada? Não, você não pode saltar. A sociedade é muito esperta, muito inteligente….Aprimorou seus métodos ao longo de milhares de anos. Por que você não consegue sair do círculo? – Porque alguém está abaixo de você, e isso lhe dá uma enorme satisfação.

Você vê a estratégia? Alguém está acima de você, cria o ciúme, a miséria, sofrimento, humilhação, sentimento de inutilidade … que não foi capaz de provar a sua coragem, que não é homem o suficiente…. Faz você se sentir só, inútil, sem sentido, um fardo sobre a terra e nada mais.  Se ao menos este fosse o caso você teria que pular da escada, e você teria dito a essas pessoas na escada para ir onde eles quiserem ir. Mas você não pode, porque há pessoas abaixo de você, tão longe como você pode ver, existem degraus abaixo de você e degraus abaixo deles.

Isso dá uma grande satisfação, um grande sentimento que você passou tantos – você não é absolutamente inútil. Você provou que tem um pouco de força de vontade e você não é um fracasso, essas pessoas abaixo de você são suficientes para provar isso. Você está agora em um dilema: quando você olha para cima, uma grande desgraça cai sobre você, sempre que você olha para baixo, uma grande satisfação.

Agora, como você pode saltar da escada?

….Eu não desejo sentir que ninguém é inferior. Sim, é possível que uma coisa que você pode saber mais, alguém pode saber menos. Em uma dimensão pode ser talentoso, em uma outra dimensão alguém pode ser mais talentoso. Isso simplesmente mostra que as pessoas são únicas, têm diferentes qualidades.  Mas cada um tem a sua própria posição, incomparável. Eu nunca pensei em alguém como inferior, eu nunca pensei em alguém como superior.

…..Inveja é não ver um fato simples – que foram ensinados a ver a si mesmos como inferior a alguém, como superior a alguém. E você se tornou tão inconsciente dela que você está constantemente a julgar as pessoas como erradas inferiores, como superiores, tão bom, tão mau, certo.

Não julguem. Todo mundo é apenas si mesmo. Aceite o outro como ele é.  Mas isto é possível apenas se você se aceitar como você é, sem vergonha, sem nenhum sentimento de inutilidade.

…Se você continuar neste caminho – ser ciumento e competitivo de todos ao seu redor – como você pode chegar a si mesmo? ….Dentro de si mesmo você encontrará uma tranquilidade, uma serenidade, um silêncio, um tesouro incomensurável… todo mundo tem isso, se sabe ou não, isso é uma questão diferente. Saber e não saber – é a única diferença.

Mas… todos têm a beleza do mundo, do universo, todo o êxtase e a dança do universo. Sim, de diferentes maneiras que irão se manifestar….E você vai encontrar somente quando você entrar em seu mundo de solidão, onde não há mais ninguém.  Lá, você tem de deixar a sociedade para trás … porque a sociedade tem impedido você… Agora você é quase ninguém. Digo “quase” porque na verdade você é, pela primeira vez – mas em um plano totalmente diferente. Você nunca nem pensou sobre isso, que este pode ser o seu próprio ser, tão profundo e tão cheio e tão eterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *