Comunicação E Marketing Pessoal Construindo Uma Nova Imagem

Comunicação E Marketing PessoalQual é a imagem que normalmente temos de um Gerente/Profissional eficaz? A de um elemento dinâmico que vive rodeado e admirado por pessoas, objetivo, voltado para resultados, esportista etc. Algumas dessas dimensões poderão ser enquadradas no que chamaríaQual é a imagem que normalmente temos de um Gerente/Profissional eficaz? A de um elemento dinâmico que vive rodeado e admirado por pessoas, objetivo, voltado para resultados, esportista etc. Algumas dessas dimensões poderão ser enquadradas no que chamaríamos de competência gerencial, outras na dimensão denominada imagem profissional.

No contexto gerencial brasileiro o importante não é apenas “ser” um bom Gerente, mas também “parecer ser” um bom Gerente o mesmo se aplica aqueles que não têm uma posição gerencial. Esta afirmativa encontra amplo respaldo dentro de nossa experiência profissional. Fora do Brasil, especialmente nos Estados Unidos, cada vez maior é o número de Gerentes/profissionais que dedicam ao self promotion uma importância significativa, especialmente no que diz respeito à alocação de tempo. “Comunicar” sua competência ao mundo é uma questão de sobrevivência.

No Brasil, vivemos numa sociedade empresarial que avalia as pessoas não apenas em função dos resultados conseguidos por elas, mas também em função da imagem que é projetada, da “embalagem” com que elas se apresentam. A afirmativa vale não só para a imagem projetada/comunicada externamente à empresa, mas também internamente, entre companheiros de trabalho. Infelizmente conhecemos casos de pessoas que acreditam ser a competência técnica ou gerencial o valor maior e único valor; como se um bom produto pudesse ser vendido com uma embalagem/comunicação inadequada. Esses Gerentes/Profissionais sobrevivem com relativa facilidade quando o mercado está em alta; nas situações de crise torna-se fundamental o casamento entre a competência, a visibilidade e/ou imagem existente.

Por essa razão é comum o caso de pessoas extremamente capazes que, desempregados em função da situação econômica de uma sociedade cada vez mais global, encontram muita dificuldade em se recolocar. A razão é simples: elas eram “boas” no universo de sua empresa, mas o mundo exterior os desconhecia. Permitimo-nos mostrar dois indicadores da existência desse problema. Um deles nos parece ser o surgimento de organizações e publicações especializadas na elaboração e divulgação de currículos (vai Internet), isto é, em mostrar aos outros algo do Gerente/Profissional que nem sempre é visualizado por ele; outro indicador é a proliferação de Gerentes/Profissionais que passam a atuar como consultores, já que encontraram dificuldades em continuar sua carreira, apesar de serem considerados muito competentes. Corresponderia à tentativa de comunicação de uma nova imagem a partir de uma especialização ou habilidade bem aceita pelo mercado.

Acreditamos, portanto, que deva se constituir em preocupação permanente do Gerente e do Profissional o desenvolvimento de determinadas atividades que poderemos chamar de marketing pessoal ou self promotion. Não pretendemos, obviamente, dar “pesos” à dimensão competência ou à dimensão imagem, mas apenas abordar um lado menos explorado da questão.

Sem pretender esgotar o assunto, permitimo-nos propor algumas sugestões ao Gerente/profissional competente que busque maior visibilidade perante o mercado (sem qualquer idéia de prioridade):

Buscar regularmente escrever aquilo que possa retratar os resultados de sua vivência profissional, objetivando a publicação desse material em jornais, revistas de natureza (seu campo de atividade), não se esquecendo também das publicações de caráter geral. Para isso é importantíssimo o contato regular com a imprensa, com elementos das áreas de divulgação, manter um fichário com nomes e endereços etc.

Associar-se aos órgãos de classe, freqüentar as reuniões, se possível fazer parte da Diretoria. Adotar um postura atuante em defesa de classes ou interesses; Ter uma “bandeira” mais ou menos permanente.

Pertencer à Câmara do Comércio e Indústria local, Associações Comerciais, Lions, Rotary e entidade similares, buscando manter também permanentes contatos de natureza social como os demais associados, procurando “estar na berlinda”, mas de forma discreta. Investir parte de seu tempo em benefício da comunicação.

Freqüentar congressos, seminários, sempre que possível também na qualidade de expositor de determinado tema ou experiência. Dedicar-se ao magistério universitário, dar aulas em projetos voluntários.

Contatar organizações especializadas em colocação de Gerentes e profissionais, atualizando sua visão de mercado, apesar de não demonstrar interesse imediato em trocar de emprego. Procurar caracterizar sempre e muito bem o interesse em conhecer o mercado; quanto menos interesse demonstrar em mudar de posição, mais procurado será para fazê-lo.

Procurar visitar amigos, conhecidos, clientes etc regularmente e não apenas quando “precisa” de alguma ajuda, favor etc.

No ambiente social, procurar manter contato permanente com ex-colegas de colégio, faculdade, etc, sempre através de uma postura ativa, buscando Ter a iniciativa de contato com as pessoas e não aguardando passivamente ser “convidado”. É importante que nos lembremos dos outros nos momentos que são importantes (para eles)

Nos contatos sociais, profissionais, procurar enfatizar os aspectos positivos de sua “vida funcional”, seus êxitos; mais ainda o que se pretende fazer e não o que já foi conseguido. A ênfase nos fracassos, as queixas permanentes, não ajudam a imagem do gerente/profissional, e acabam levando-o a um processo de discriminação por parte de seus amigos; ninguém gosta de conviver com fracassados ou pessimistas.

Ter um registro dos aniversários, casamentos e acontecimentos importantes relacionados a amigos ou pessoas críticas, enviando carta, telegramas, contatando-as nas épocas próprias.

Procurar assinar revistas internacionais tipo TIME, FORTUNE, BUSINESS WEEK, HARVARD; buscar ler as publicações nacionais assim que chegarem às bancas acessar regularmente a Internet, compartilhar as informações descobertas. Estar bem informado é visto como indicador de competência.

Procurar praticar esportes regularmente, especialmente aqueles de caráter coletivo; não raro a imagem de uma pessoa saudável se confunde com a de um gerente/Profissional eficaz.

Durante reuniões e negociações há determinados comportamentos que contribuem para a formação de uma imagem positiva: ouvir mais do que falar, quando falar ser objetivo; mostrar profunda convicção sobre os pontos de vista, embora abrindo a possibilidade de ser convencido por uma boa argumentação; antes de qualquer posição avaliativa procurar Ter uma postura de busca de informações para posterior avaliação; demonstrar sempre também uma preocupação com as necessidades e expectativas da outra parte buscando alternativas interessantes para os dois lados. Todas estas sugestões pouco ou nada valerão se o Gerente/Profissional não possuir o que poderíamos chamar de planejamento de vida e/ou de carreira.

No exercício de suas funções de Gerente/Profissional é importante lembrar-se que vivemos hoje no que se pode chamar de “sistema aberto”. Sua empresa não é todo seu mundo. Procure organizar atividades de intercâmbio com o mundo exterior, visitas a sua organização, por exemplo. Esta é uma maneira de você conhecer o que os outros estão fazendo (inclusive organizações competidoras) e de aumentar sua visibilidade em relação a eles.

A existência desse planejamento irá possibilitar o direcionamento das atividades relacionadas anteriormente no sentido da consecução de um determinado objetivo pré-estabelecido.

Encerrando, é importante lembrar que a competência será sempre a longo prazo, o valor maior. Dificilmente o marketing, por melhor que seja, conseguirá vender um “mau produto” (sem conteúdo) durante muito tempo. E, mesmo que a venda seja efetuada, o “comprador” logo se livrará da “mercadoria”.

Consultor – L A Costacurta Junqueira – Vice Presidente Do Instituto Mvc – M. Vianna Costacurta Estratégia E Humanismoqual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *