Comunicação Nas Relações Humanas

Universidade vale do acaraú – disciplina: relações humanas nas organizações   fortaleza, 2006.     Comunicação

Dado: registro ou anotação a respeito de um determinado evento ou ocorrência. O dados em si são destituídos de sentido ou significado. Exemplo: banco de dados. Quando um conjunto de dados possui um significado temos informação.

Informação : é um conjunto de dados com um determinado significado. A informação permite uma certa organização do comportamento da pessoa em seu relacionamento com o ambiente externo e é obtida através do mecanismo denominado percepção.

Comunicação: trabalho que faça com que algo torne-se comum a uma ou mais pessoas. Para isso faz-se necessário que o destinatário da informação a receba e a compreenda. A informação simplesmente transmitida, mas não recebida, não foi comunicada.

Formas de comunicação

Verbal: a comunicação verbal é o modo de comunicação mais familiar e mais freqüentemente usado. Divide-se em:

A) verbal-oral: refere-se a esforços de comunicação tais como dar instruções a um colega, entrevistar um candidato a um emprego, informar alguma coisa a alguém, e assim por diante.).

B) verbal-escrita; refere-se a memorandos, relatórios por escrito, normas e procedimentos.

Simbólica: as pessoas cercam-se de vários símbolos, os quais podem comunicar muito a outras pessoas. O lugar que moramos, as roupas que usamos, o carro que dirigimos, a decoração do escritório e outras coisas mais expressam parte da nossa personalidade.

Não-verbal: a comunicação não-verbal, que se refere à transmissão de uma mensagem por algum meio diverso da fala e da escrita, é uma das facetas mais interessantes da comunicação. Incorpora coisas como o modo com que usamos o nosso corpo, os nossos gestos e nossa voz para transmitir certas mensagens.

Comunicação o conteúdo da comunicação é geralmente uma mensagem, um sinal, idéia ou informação e seu objetivo é a compreensão por parte de quem a recebe. Fonte ou emissor  -transmissor/meio/canal  -mensagem  -receptor  ——————- gerador da mensagem  -transporta a mensagem-por algum canal  -decodifica a mensagem para compreendê-la  -ruídos

Feedback ou retroalimentação

Fatores que devem ser considerados no processo de comunicação

Como o simples ato de receber a mensagem não garante que o receptor vá interpretá-la corretamente (ou seja, como se pretendia), convém considerar:

1. Pessoa está comunicando a quem, em termos de papéis que essas pessoas desempenham (por exemplo, administração e operariado, gerente e subordinado).

2. A linguagem ou o(s) símbolo(s) usados para a comunicação, e a respectiva capacidade de levar a informação e esta ser entendida por ambas as partes.

3. O canal de comunicação, ou o meio empregado e como as informações são recebidas através dos diversos canais (tais como comunicação falada ou escrita).

Fatores que devem ser considerados no processo de comunicação

4. O conteúdo da comunicação (boas ou más notícias, relevantes ou irrelevantes, familiares ou estranhas)

5. As características interpessoais do transmissor e as relações interpessoais entre transmissor e o receptor  (em termos de confiança, influência etc.).

6. O contexto no qual o comunicação ocorre, em termos de estrutura organizacional (por exemplo, dentre de ou entre departamentos, níveis e assim por diante).

Comunicação

A comunicação é um processo altamente subjetivo nas relações humanas. O aparato da comunicação das pessoas é composto de:

Órgão sensoriais – os receptores: a visão, a audição, o tato, o paladar e o olfato.

Órgãos efetores – os transmissores: a linguagem humana escrita e falada, os gestos, a mímica, a expressão corporal.

Centro de comunicação – o local de origem e de  destinação de todas as mensagens: cérebro e o sistema nervoso não funcionam como sistema lógico, mas sim psicológico.

Barreiras à comunicação eficaz

Omissão : supressão de aspectos das mensagens.  pode ocorrer quando o receptor não tem capacidade para captar o conteúdo inteiro da mensagem transmitindo o que somente conseguiu assimilar. Também pode acontecer intencionalmente, quando o receptor deseja transmitir somente uma parte da mensagem.

Distorção: alteração no sentido da mensagem em suas passagens pelos diversos agentes do sistema. Pode ser causada pela percepção seletiva. Pode acontecer devido a diferenças de interesses e de pontos de vista.

Sobrecarga: ocorre quando os canais de comunicação conduzem um volume de informação maior que a sua capacidade de processá-las. Pode provocar omissão e distorções da mensagem.

Barreiras à comunicação eficaz

Tipos de informações : as informações que se  encaixarem com o nosso autoconceito tendem a ser recebidas e aceitas muito mais prontamente do que dados que venham a contradizer o que já sabemos. Em muitos casos negamos aquelas que contrariam nossas crenças e valores.

Fonte de informações : como algumas pessoas contam  com mais credibilidade do que outras (status), temos tendência a acreditar nessas pessoas e descontar de informações recebidas de outras .

Localização física : a localização física e a  proximidade entre transmissor e receptor também influenciam a eficácia da comunicação. Resultados de pesquisas têm sugerido que a probabilidade de duas pessoas se comunicarem decresce proporcionalmente ao quadrado da distância entre elas

Barreiras à comunicação eficaz

•          Defensidade: uma das principais causas de muitas falhas de comunicação ocorre quando um ou mais dos participantes assume a defensiva. Indivíduos que se sintam ameaçados ou sob ataque tenderão a reagir de maneiras que diminuem a probabilidade de entendimento mútuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *