Conceitos a Respeito de Um Projeto

– Empreendimento auto-suficiente – é o que consegue arrecadar o suficiente para custear sua operação.- “Breakeven point” de um empreendimento – é o ponto em que o faturamento é suficiente para sustentá-lo, não havendo mais necessidade de os sócios ou os doadores continuarem a investir seu dinheiro para que o empreendimento possa subsistir.

– Investimento recuperado – depois atingir o “breakeven point”, é normal que o empreendimento continue a aumentar a sua receita sem aumentar a despesa na mesma proporção, resultando em lucro. Quando o somatório das receitas supera o das despesas de forma a se igualar ao investimento feito para operacionalizar o empreendimento, diz-se que ele recuperou os investimentos feitos.

Diferenças entre Projeto e Empreendimento:

Projeto – tem início e fim determinados
Empreendimento – tem início determinado, mas, em princípio, o fim é indeterminado
Projeto – tem objetivos que são cumpridos durante seu ciclo de vida
Empreendimento – tem objetivos que mudam durante seu ciclo de vida, embora parte deles seja cumprida durante sua existência
Projeto – a recuperação de seus custos pode ocorrer em um prazo estabelecido pelo seu patrocinador ou por algum critério dos responsáveis pelo projeto
Empreendimento – tem como objetivo tornar-se auto-suficiente, recuperando os seus investimentos e podendo gerar lucro

Importância da visão, missão e alvos estratégicos. O método 5W + 2H

Perguntas que não podem ficar sem respostas:

1) Qual a missão de seu empreendimento e como posicioná-lo no mercado em relação a seu público-alvo ou ao seu mercado?

Conceito: MISSÃO de um empreendimento é a função que exercerá no mercado ou junto a seu público-alvo, provendo-lhe produtos ou serviços ou benefícios.

2) Qual é a visão que os empreendedores têm da área de atuação do empreendimento e dele próprio, ou seja, como enxergam o empreendimento no futuro, como percebem suas perspectivas, posicionamento e fatia do mercado, que poderá ter (% do mercado) ou quantidade de pessoas atendidas, se for um empreendimento social?

Conceito: VISÃO é a busca da referência em mercado ou junto ao seu público-alvo. A visão de futuro dos empreendedores deve ser reconhecida por sua qualidade, criatividade, eficiência e eficácia.

Alvos estratégicos

Segundo Kaplan e Norton, em seu livro Mapas Estratégicos, quanto maior a orientação estratégica de uma organização na busca pela competitividade maior a intensidade de projetos (intervenções estratégicas) e menor a intensidade dos processos operacionais.

De acordo com a teoria apresentada1, os alvos estratégicos podem estar assim caracterizados:

1º. Excelência Operacional: caracterizado pela padronização do fluxo físico e financeiro dos produtos e serviços, obsessão pela qualidade total, reengenharia, terceirização de funções não essenciais do negócio, automação das transações através dos sistemas de gestão ERP – Enterprise Resource Planning. O resultado deste movimento é qualidade, menor custo total e eficiência global do negócio.

2º. Orientação ao cliente (ou gestão do cliente): caracterizado por uma sensibilidade maior das empresas à voz do cliente, num esforço de compreender as necessidades e requerimentos do clientes e propor produtos, serviços, soluções ou experiências que atendam ou superem as expectativas dos mesmos.

3º. Inovação: neste movimento, a empresa antecipa-se a seus clientes, desenvolvendo e lançando produtos e serviços inéditos do ponto de vista tecnológico e funcional. São organizações que, mais do que ouvirem seus clientes, criam as necessidades e antecipam tendências.

4º. Sustentabilidade: ainda que poucas empresas conheçam e comprovem os benefícios deste movimento, muito se tem investido na chamada sustentabilidade – a busca por resultados sociais e ambientais, além do econômico envolvendo todas as partes interessadas (stakeholders) do negócio – acionistas, comunidade, clientes, fornecedores, empregados e governo.

O método 5W + 2H

Esse método simples serve para priorizar as informações a serem identificadas em relação a algum evento que precise ser entendido.
Exemplo: imaginem que a equipe de administração de viagens de uma empresa qualquer tenha dificuldades para fazer reservas de passagens de trem e que essa seja a modalidade de transporte requerida. A equipe, pensando em cada uma das 7 letras do método 5W+2H, relaciona:
Quando se trabalha com projetos e com empreendimentos, é importante perceber que muitos métodos e processos usados para o planejamento e gestão de projetos também servem para as mesmas finalidades em planejamento e gestão de empreendimentos. Por isso mesmo, é muito comum que na implementação de um empreendimento, a partir de seu plano de negócios, realizem-se diversos objetivos intermediários através de projetos.

Metas Empreendedoras de sua Carreira

Uma das questões mais importantes no desenvolvimento profissional do cidadão é a escolha da carreira e das metas a serem conquistadas. As perguntas a seguir ajudam nesse diagnóstico:

Como conseguir visibilidade na sua carreira?

Busque continuamente aumentar o seu capital intelectual – não pare nunca de buscar o CONHECIMENTO;
Descubra o que gosta de fazer, mas não esqueça que existem muitas disciplinas que precisam ser assimiladas para conquista de determinada profissão. Procure exercer uma profissão prazerosa e que o recompense pelo trabalho executado;
Descubra quais as demandas do mercado e onde estão as boas OPORTUNIDADES;
Se você busca colocar-se em alguma empresa, tente descobrir como é o processo de admissão e cultive relacionamentos para conseguir as devidas aproximações;
Cada empresa exige que os candidatos atendam a um conjunto de REQUISITOS. O que falta para você atender adequadamente a tais requisitos? Prepare-se para superar eventuais obstáculos e dificuldades.

Quando estiver pensando em todos esses aspectos, estará iniciando a identificação de suas metas a partir do planejamento de sua carreira.

Plano de Metas Empreendedoras na Carreira é o conjunto de ações planejadas com finalidade de auxiliar no processo de conquista de objetivos otimizados – em relação à carreira profissional que se pretende abraçar.

Etapas a serem observadas no estabelecimento dessas metas:

VISÃO – O que você quer construir como carreira? Qual o ponto em que quer chegar? Que metas profissionais pretende alcançar, mesmo que seja um sonho? Aonde quer estar nos próximos 20 ou 30 anos, em termos de realização profissional? Em resumo: que profissão ou especialização quer seguir dentre as possibilidade pesquisadas?

OBJETIVOS – Não crie um objetivo que somente seria atingido ao final de sua carreira. Divida seus objetivos ao longo do tempo, estabelecendo pontos intermediários adequados para alcançar um objetivo maior, etapa por etapa, consolidando a construção de sua trajetória.

Não esqueça de construir um plano B – isso significa um plano alternativo ao seu projeto principal, que será posto em prática em caso de falha do seu objetivo inicial.

METAS – para vencer uma guerra, precisamos vencer várias batalhas. Os objetivos devem ser divididos em metas intermediárias para conquista do objetivo.

CONDIÇÕES PARA O ALCANCE DAS METAS – quais os requisitos necessários para se alcançar cada uma das metas fixadas? Em relação a esses requisitos, como você se vê diante deles? Quais deles seriam fáceis para você adquirir e quais seriam mais difíceis? De que forma você pode adquirir tais requisitos?

OPORTUNIDADES DE MERCADO – o mapeamento das oportunidades de mercado exigirá um trabalho mais detalhado de busca das informações em anúncios de empresas e publicação de editais de concursos públicos. O que também ajuda muito é conversar com profissionais bem-sucedidos nas áreas às quais você quer dedicar-se (networking).

A Internet disponibiliza muitas informações sobre empresas que poderão ajudar nessa tarefa.

PONTOS FORTES E FRACOS – analise seus pontos fortes e fracos em busca da solução para seus pontos negativos e comunicação de seus pontos positivos. Assim sendo, pense separadamente no seguinte:

Potencialidades – são as características, tangíveis ou não, que podem influenciar positivamente seu desempenho. Veja que algumas são características tangíveis, como aquilo que você sabe ou a experiência de trabalho em determinada área que você possui. Mas, há também aspectos intangíveis dessa abordagem, como a garra que o caracteriza ou sua tenacidade para lutar por um objetivo. As coisas tangíveis podem ser demonstradas ou comprovadas. Já, as intangíveis são mais subjetivas e não podem ser comprovadas, a não ser pela convivência e pelo tempo, eventualmente detectadas pelas entrevistas para seleção de colaboradores.

Fragilidades – são as características que podem influenciar negativamente seu desempenho. O que você não sabe e precisaria saber para exercer uma tarefa; o que lhe falta de experiência para almejar uma posição numa empresa; sua dificuldade em realizar algo, mas que seja fundamental para conseguir realizar um dos seus objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *