Conhecendo A História Da Dinâmica Dos Grupos No Brasil

A Dinâmica dos Grupos teve inicio no Brasil no ano de 1960, seu precursor foi o Prof. Pierre Weil o qual introduziu o Laboratório de Sensibilidade Social, com o principal objetivo de desenvolver a qualidade de atuação do indivíduo como membro e como líder.

Pierre Weil veio para o Brasil em 1948 trabalhar com o professor Leon Walter no SENAC do Rio de Janeiro com o objetivo de ficar 3 meses, porém está por aqui até hoje, dirigindo a UNIPAZ (Universidade Internacional da Paz). O trabalho com Dinâmica de Grupo no Brasil iniciou com o Laboratório de Sensibilidade Social. Esse trabalho foi realizado na Rede Comercial Banco Lavoura de Minas Gerais. A partir daí, realizou muitos trabalhos voltados a grupos em universidades, instituições e organizações como Intituto Pestalozzi, Banco Real, Universidade Federal de Belo Horizonte, etc.

Em l962, chegou ao Brasil a técnica do sensitivy training, aplicada por Fela Moscovici, Francisco e Edela Lanzer de Souza e João Eurico Matta.

Em l965 aconteceram duas publicações importantes sobre a teoria e a prática dos grupos T, que é a abreviatura de Training Group, ou Grupo de Treinamento, onde num pequeno grupo , relativamente não estruturado, os indivíduos participavam como aprendizes. As obras publicadas foram “Laboratório de Sensibilidade – um estudo exploratório – feita por Fela Moscovici e “Dinâmica de Grupo e Desenvolvimento de Relações Humanas” do Prof. Pierre Weil.

Depoimento de Fela sobre o livro “Laboratório de Sensibilidade”

“Até que ponto as pessoas sentem satisfação e/ou insatisfação durante o treinamento de sensibilidade? O que é percebido ou declarado como satisfação ou insatisfação? Quais as “categorias” de resposta emocional?

As indagações me ocorrem ao coordenar grupos de treinamento quando não posso ignorar que as emoções estão sendo tocadas desde o primeiro minuto de treinamento (ou talvez até antes, pelo simples fato da decisão de participar num treinamento de sensibilidade). Essas emoções não obedecem a um planejamento prévio – nem meu nem dos participantes. De minha parte, existe um planejamento de atividades básicas, com muita flexibilidade e pouca estrutura, visando primordialmente alguns objetivos educacionais, a partir de certos pressupostos básicos. O envolvimento emocional é necessário, pois só com ele e através dele realizamos aprendizagem no plano de atitudes e valores. A verdadeira mudança significativa ocorre quando os insumos cognitivos são elaborados também emocionalmente”.

Em 1967, São Paulo sediou o III Congresso Interamericano de Administração de Pessoal, onde Fred Massarik, da UCLA, proferiu palestra sobre Laboratório de Treinamento de Sensibilidade. Note-se que as técnicas de Dinâmicas de Grupo iniciaram-se nas principais Escolas de Administração de Empresas da década de 60.

De 1967 a 1975, aconteceram muitas publicações importantes, tanto de livros como de trabalhos e reportagens, os quais contribuíram em muito para o desenvolvimento e reconhecimento da importância da Dinâmica de Grupo.

Em 1975 Fela Moscovici lançou a primeira edição da obra “Desenvolvimento Interpessoal” que tem sido muito importante para as organizações e as pessoas que trabalham com grupos. Em 1976 foi realizado em Porto Alegre o “I Encontro Regional de Psicologia Organizacional”, onde fora realizada a palestra de abertura com o tema Desenvolvimento Interpessoal. O sucesso desta apresentação motivou algumas pessoas que convidaram Fela Moscovici para coordenar em Porto Alegre uma turma de formação em Dinâmica de Grupo, que veio a ser o primeiro grupo no Brasil.

Torna-se importante ressaltar que Fela Moscovici foi à precursora na publicação sobre a teoria e a prática dos grupos “T” na obra Laboratório de Sensibilidade. Fela é professora de Psicologia Aplicada à Educação e de Psicologia Social da Escola Brasileira de Administração Pública, Bacharel em Pedagogia, com curso de pós-graduação de Psicologia. É autora de vários livros, artigos e monografias.

Em 1979 foi concluído o primeiro grupo de formação iniciado em Porto Alegre e coordenado por Fela. Este grupo teve participantes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Em 1982, inicia o Grupo de Formação de Especialistas em Desenvolvimento Interpessoal, coordenado por Fela Moscovici em Curitiba. O grupo iniciou em 1/3/1982 e concluiu em 1/12/1984 com 14 membros. É portanto o segundo grupo em formação no Brasil.

Em l983 iniciam grupos de formação de especialistas tanto em Porto Alegre como em Brasília. Ainda neste ano é fundado o “Grupo de Estudos Regional Sul – GERS.

Em 1986, foi fundada a Sociedade Brasileira de Dinâmica de Grupo, em 03 de maio, em Assembléia Geral que decidiu também incorporar os estatutos e associados do GERS. Desde esta época a SBDG conta com uma estrutura sólida e organizada.

Em 1988, começa a circular o “Irmanito”, órgão oficial da SBDG, com edição bimensal.

A partir de 1994 a SBDG conseguiu locar um espaço próprio, o qual se mantém até hoje em Porto Alegre. De 1996 em diante a SBDG começa a ter uma programação científica mais constante, como ” Quartas ao Vídeo” e Palestras realizadas por profissionais e a eles oferecidas; também em 1997 teve início à publicação dos cadernos da SBDG, cujo objetivo é a publicação de trabalhos realizados pelos Grupos de Formação.

Atualmente são 110 grupos já formados e 23 em formação espalhados por todo Brasil com a missão de consolidar a dinâmica dos grupos como ciência através do desenvolvimento de indivíduos, bem como da população científica, propiciando aprendizagem do funcionamento dos grupos e contribuir para mudança social.

“ Quando olhamos para o alto as pessoas ressaltam suas diferenças: negros e brancos, homens e mulheres, intelectuais e emocionais, alegres e tristes… Mas a medida que compreendemos os demais, as diferenças desaparecem e em seu lugar surge a unicidade humana: as mesmas necessidades, os mesmos temores, as mesmas lutas e desejos. Todos somos um.”

Texto desenvolvido pelo grupo SBDG/Blumenau/2006

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>