Dinâmica E Suas Milhares De Técnicas

A dinâmica de grupo continua sendo o “calo” de muitos candidatos a um novo emprego. Longe de ser um bicho de sete cabeças, essa etapa da seleção tem como principal objetivo reconhecer as potencialidades do candidatos de uma forma espontânea e criativa

Entrevistas e testes têm suas modalidades mas geralmente já têm também seus scripts. A dinâmica sempre traz uma surpresinha na manga. Esse é o grande problema da dinâmica a ser encarado: gerar muita ansiedade nos candidatos, pois ela sempre pode ser diferente de tudo pelo que ele sabe ou passou.

Segundo a psicóloga Gisela Kelly Ferreira, gerente executiva do grupo Alphalaser-Dow Right, 99% da escolha do tipo de dinâmica a ser usado depende do que a empresa quer saber sobre o candidato. “Existem milhares de técnicas e centenas de combinações, por isso é impossível enumerar e nomear tipos de dinâmicas”, explica ela.

Como o próprio nome já diz, a dinâmica é uma experiência em grupo que tem como objetivo reconhecer a capacidade e o potencial dos candidatos de uma forma inusitada. Ela dá aos examinadores a possibilidade de observar as pessoas exercendo diversos papéis onde são encontrados os requisitos básicos exigidos para o cargo a ser preenchido.

Daise Kreibich, psicóloga da Selcon Recursos Humanos diz que para cada caso é feita uma dinâmica diferente e com objetivos específicos a serem observados. “Para um cargo de vendedor, por exemplo, o ponto crucial é a capacidade de vender. Na dinâmica será observado o poder de persuasão, negociação, improviso, criatividade e reação frente à situações inesperadas – do outro lado poderá estar o coordenador da dinâmica fazendo o papel de cliente. É mais ou menos assim que funciona!”, explica Daise.

Na opinião de Gisela, uma boa dinâmica é dividida em três etapas, que ela descreve da seguinte maneira:

Relaxamento

“Uso jogos para quebrar o gelo e promover a interação da equipe. Se o candidato não estiver relaxado é mais difícil analisar seu perfil – nessa hora o nervosismo atrapalha muito”

Atividades

“Gosto de usar atividades onde as pessoas tenham que se movimentar e falar em público, com isso dá para perceber como cada um administra suas dificuldades, os erros e a concorrência”

Situação Problema

“Muitos conhecem por case. É uma discussão sobre algum assunto atual ou proposto pela empresa e que tenha a ver com a vaga em questão. Aqui, analisamos a capacidade de argumentação e negociação diante de situações polêmicas e constrangedoras”

“Existem muitas modas na dinâmicas mas, essencialmente ela é sempre montada acordo com o que a empresa quer e também do que queremos saber sobre o candidato. Por isso, antes de qualquer nervosismo, comporte-se com naturalidade e procure conhecer o perfil da empresa para tentar entender o que ela está querendo de você”, finaliza Gisela.

Algumas dicas que valem a pena ser lembradas

Muitas dinâmicas exigem movimentos como sentar, ajoelhar, subir em algum lugar. Evite roupas complicadas ou muito apertadas – minissaias e decotes nem pensar!

Use roupas sóbrias, mas confortáveis – evite extremos como tênis e moletom. A imagem também conta nessa hora.

Procure ser o mais natural possível e controle a ansiedade – nervosismo não ajuda em nada!

Execute as tarefas da melhor maneira possível e preste muita atenção ao que está sendo pedido e perguntado

Controle a agressividade, mesmo num momento de discussão procure não se exaltar

Mantenha-se atualizado, o case pode ser realizado com base em notícias e fatos que estão acontecendo no momento

Evite meias velhas e furadas – nunca se sabe se você vai ter que tirar os sapatos ou não!

Daniele Aronque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *