Estude no Horário de Almoço

As mudanças que a sociedade atual vem apresentando passaram a exigir dos profissionais uma constante atualização, para não perderem o trem do terceiro milênio. Por isso, estudar tornou-se fator de fundamental importância, tanto para quem…

As mudanças que a sociedade atual vem apresentando passaram a exigir dos profissionais uma constante atualização, para não perderem o trem do terceiro milênio. Por isso, estudar tornou-se fator de fundamental importância, tanto para quem busca uma profissão, quanto para quem deseja nela manter-se.

Agora a pergunta óbvia: qual o melhor horário para estudar? E a resposta lógica, quando seu organismo estiver mais descansado e disposto. Àqueles que estudam das 23 à 1 da manhã, é bom conselho dormirem mais cedo e levantarem duas horas mais cedo, porque o estudo renderá sensivelmente mais. Pode ser que nos primeiros três dias seja difícil, mas, certamente, do quarto em diante, os resultados começarão a se manifestar com veemência.

E aos que estudam no horário de almoço, há como obter melhor rendimento? Sabe-se que, com o estômago cheio, a mente funciona mais lenta, pois, para fazer a digestão, grande quantidade de sangue se concentra em volta do estômago e a irrigação sangüínea do cérebro perde em intensidade e velocidade. Também já não mais se discute que, com o estômago vazio, o cérebro e o organismo se tornam mais ágeis. É claro que não se aconselha às pessoas permitirem-se morrer de fome e inanição, mas um pouco de fome pode fazer milagre no que se refere à captação e apreensão de conceitos e conteúdos intelectuais.

Dessas informações, deduz-se um ensinamento que, posto em prática, gerará frutos indiscutivelmente interessantes e proveitosos: se, para alguém é importante aproveitar o horário de almoço no estudo, estude com fome e almoce no final do período, antes de começar a segunda jornada diária de trabalho. Em poucos dias, apesar de nas duas horas que se seguirem sentir um pouco de preguiça por estar em processo digestivo, estará convencido da eficácia e eficiência do método no tocante ao aprendizado.

Bom trabalho, ou melhor… bom almoço, isto é… bom estudo!            Ernani Pimentel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *