Fábula Do Sapo Fervido

Dois sapos freqüentavam o mesmo brejo. Foram capturados e colocados em duas panelas, na fogueira.
O primeiro achou o local aconchegante, permaneceu quieto na água, aclimatou-se e…
O segundo, inconformado com a falta de espaço, pulou, pulou, pulou e safou-se da fervura.

Esta fábula, transcrita de forma resumida, é um indicador de alerta aos profissionais que querem se manter “vivos” no mercado. Uma das alternativas de sobrevivência com sucesso que, aos poucos, vem sendo alvo da atenção das pessoas é o mapeamento de competências.

A divulgação de perfis profissionais em diversas áreas de negócio e em empresas, cujas atividades fim diferem umas das outras, gera verdadeiro pânico ou desânimo quando o leque de exigências apontadas é oferecido sem um direcionamento específico.

A árvore das competências gerenciais, tema central deste texto, é uma ferramenta gerencial que possibilita traçar planos de auto-desenvolvimento, com base nas competências essenciais.

Empresários, executivos, gerentes e profissionais em posição de comando, poderão se valer da árvore para mapear seu campo de domínio de competências gerenciais e planejar metas a médio prazo.

Das diversas definições, adotamos a de Claude Lévy-Leboyer, que permite ao leitor compreender o atual enfoque de competências: “um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que algumas pessoas, grupos ou organizações dominam melhor do que outras, o que as faz se destacar em determinados contextos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *