Filtros de Relacionamentos Interpessoais

Só podemos entender o comportamento das pessoas em seus relacionamentos, quando entendermos as necessidades básicas de cada um.
No que se refere ao equilíbrio emocional, todo indivíduo necessita satisfazer três importantes necessidades interpessoais:
Necessidade de inclusão – afiliação
Necessidade de controle – poder
Necessidade de afeto – tal qual as biológicas, esta também deve ser satisfeita evitando assim a doença e a morte.
A relação de inclusão é essencialmente importante no vínculo humano, ocorrendo nos primeiros estágios de vida.
Inclusão é a necessidade de ter relações satisfatórias com outras pessoas.
Os sentimento de inclusão referem-se a ter uma identidade, uma individualidade, compreensão, interesse, envolvimento e participação.
A PNL tem como uma de suas premissas, o mapa, ou seja, este é o pressuposto que mais oferece possibilidades de efetuarmos mudanças em nossos relacionamentos, pois a sua conceitualização já nos diz que , o mapa não é o território que ele representa. Uma vez aprendido que nossos filtros podem ser mudados, nossas percepções também podem desenrolarem-se para circunstâncias promissoras.
Mudamos nossos filtros e percebemos que já possuímos todos os recursos necessários para transcendermos nossas convicções do passado. Desta forma, eliminamos o princípio orientador de nossas desavenças e infortúnios podendo assim, oferecer novo significado à vida.
Por este motivo , a PNL possibilita detectarmos o que não está funcionando na nossa atuação, ou seja, sabermos que não estamos obtendo “ganhos” em uma determinada situação e a partir daí, estabelecermos novas estratégias de ações, para representarmos nossas crenças.
“Crenças são filtros pré arranjados e arranjados para nossas percepções de mundo. São como comandos do cérebro. Quando acreditamos com convicção que alguma coisa é verdade, é como se mandássemos um comando para nosso cérebro, de como representar o que está ocorrendo.”
Robbins( 1987: 65)
O ser humano está envolvido num contexto onde a PNL pode direcionar o processo de mudança e promover relacionamentos promissores pelas seguintes categorias:
Estruturas de mudanças – “Uma mudança no campo pessoal ou profissional pode ser encarada como uma jornada que parte do estado atual para chegar ao estado desejado. Um problema é a diferença que existe entre os dois estados. Ao estabelecer um objetivo no futuro, de certo modo criamos um problema no presente. Da mesma forma, todo problema do presente pode ser transformado num objetivo futuro.” O’Connor e Seymour ( 1995:32)

Fonte: www.grupodesenvolver.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *