Gestão

Nesta semana, artigos escritos sobre o tema há anos atrás, com contexto e verdade ainda atuais e comentários em cima do lance.

O tema de hoje é Gestão.

Artigo original de Dezembro de 2010:

Violência, gestão e direito

Violência. Temos assistido todos os dias uma violência sem tamanho. São pessoas que brigam no trânsito, filhos que matam pais a facadas e vão dormir, maridos que homicidam suas esposas por motivos frívolos…

Violência. Um mal da sociedade moderna.

Violência. Parece que estamos sedados a ela, aceitamos como algo normal e crimes brutais viram fatalidade…

Pois é amigo leitor… Mais um ano se encaminha para o final. Mais um ano em que aceitamos muitas coisas que deveriamos repudiar. Mais um ano em que muitos de nós se perguntam como fazer para mudar o que está acontecendo…

Justamente esta reflexão que quero fazer hoje.

 

Neste blog dedicamos tempo para discorrer sobre gestão, tecnologia e qualidade. Aqui queremos atualizar nossos leitores sobre as novidades, inovações e técnicas para facilitar o seu dia a dia. E o que mais podemos querer?

No mínimo, auxiliar o leitor a criticar o que vê e lê. Criticar faz parte da gestão. Nada nasce em termos de gestão se não houver uma crítica/raciocínio/pensamento acerca das tarefas e atitudes que fazem o dia a dia.

CHEGA DE VIOLÊNCIA SOCIAL!

CHEGA DE CORDEIROS SEGUINDO UMA MASSA SEM RUMO!

CHEGA DE VIOLÊNCIA AO NOSSO CÉREBRO!

Pensar não dói, mas tem responsabilidades. Aceitar tudo como está é simples, mas não modifica a situação atual.

E o direito, onde está neste contexto?

De uma forma que talvez nem o próprio direito se sinta capaz de realizar: Com paz social.

O direito dentro da sua realidade de justiça e decisões deve se preocupar com a paz social.

Viva a conciliação!

Concordo integralmente, desde que seja feita a crítica que devemos conciliar, devemos buscar a paz social, mas jamais aceitar que a justiça diga que um cidadão não tem direito a algo simplesmente porque se der o direito haverão inúmeras ações iguais…. Isto não é paz social. Isto é injustiça.

Este é o último post de 2010. O Blog estará a partir de amanhã entrando em recesso até o dia 03 de Janeiro de 2011. Diante disto, escolhi um tema que deixe uma reflexão profunda para este tempo de férias e festividades: Violência, gestão e direito.

Não seja passivo diante da violência, nem se acostume com ela. Jamais deixe de planejar, buscar novos vôos, alçar novos caminhos. São através dos objetivos que fazemos um mundo melhor. E você, advogado, juiz, promotor, estagiário, seja um construtor social. Lapide a pedra bruta da sociedade para termos algo concreto, polido e belo. A paz e justiça social passam pelas suas mãos todos os dias.

Um ótimo final de ano e festividades com amor, vida e sucesso!

*************************

Comentário atual, Abril de 2014:

Devemos viver além do judiciário.

Advogado que está preocupado apenas em distribuir ações, está cada vez com menos direito para ser conquistado.

O judiciário vive um lobby forte dos tribunais superiores e de ações de massa.

E o papel do advogado?

Cada vez mais ligado a negócios, conciliação, arbitragem, especialização em áreas e temas atuais (internet, fusões aquisições, etc).

Enfim, 

Para encontrar o seu mercado, não foque apenas no judiciário. Foque nas necessidades do seu cliente e ao mercado, para que seus produtos possam ser adequados a realidade atual.

Gustavo Rocha-GestãoAdvBr CEO – Consultancy on Strategic Management and Technology-Bruke Investimentos CEO – Business, Valuation, M&A, Opportunities, Market Business and more.Web: www.gestao.adv.br | www.bruke.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *