Habilidade de Conversar

toc

A habilidade de conversar será útil a você em qualquer circunstância: no contato com uma ou duas pessoas, numa reunião profissional, proferindo palestras, ministrando aulas, participando de convenções. Enfim, é uma qualidade que sempre o ajudará a abrir as portas para o sucesso.
Saber conversar é ter habilidade para contar histórias interessantes; mas também é a arte de saber fazer perguntas apropriadas para o momento.
Se o seu objetivo for iniciar uma conversa ou criar um ambiente favorável para obter informações em pouco tempo, lance mão de perguntas fechadas, que produzam respostas rápidas e curtas. Por exemplo: “quem?”, “há quanto tempo?”, “onde?”, “quando?”.
Observe que, ao fazer estas perguntas, você consegue respostas objetivas, que possibilitam adquirir rapidamente informações importantes sem truncar o desenvolvimento do raciocínio ou dispersar a concentração.
Entretanto, se o objetivo for motivar as pessoas a participar mais ativamente da conversa, ou descobrir suas intenções, desejos ou necessidades, faça uso de perguntas abertas que povocam respostas mais longas, que exigem maior elaboração do raciocínio. Por exemplo: “o que?”, “por que?”, “como?”, “de que maneira?”.
Você percebeu que, ao contrário do que ocorre com as perguntas fechadas, esse tipo de questionamento exige respostas com maior participação das pessoas, que se obrigam a elaborar o raciocínio e fornecer informações que quase sempre mostram pouco da personalidade e da maneira de pensar dela.    Reinaldo Polito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *