Mensagem da Prof. Rita Alonso

Imagem 18

 

Trouxe para vocês palavras da minha amiga Ana Lucia Santa Isabel sobre a importância da meditação no caminho do auto-conhecimento.

Prof. Rita Alonso

Antes, deixemos o poeta nos inundar de inspiração através dos sábios conselhos da Raposa.

“Por favor…cativa-me!disse ela.
__Bem quisera,disse o principezinho,mas eu não tenho muito tempo.Tenho amigos a descobrir e muitas coisas
a conhecer.
__A gente só conhece bem as coisas que cativou,disse a raposa.Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa
alguma.Compram tudo prontinho nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos,os homens não têm mais
amigos.Se tu queres um amigo,cativa-me!
__Que é preciso fazer?perguntou o principezinho.
__É preciso ser paciente,respondeu a raposa.Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim,assim,na relva.Eu te olharei
para o canto do olho e tu não dirás nada.A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.Mas,cada dia,te sentarás mais perto…
No dia seguinte o principezinho voltou.
__Teria sido melhor voltares à mesma hora,disse a raposa.Se tu vens,por exemplo,às quatro da tarde,desde às três eu
começarei a ser feliz.Quanto mais a hora for chegando,mais eu me sentirei feliz.Às quatro horas então,estarei inquieta
e agitada:descobrirei o preço da felicidade!”

 

O mesmo cuidado se deve tomar ao meditar-se. É importante reservar uma hora certa a cada dia. A cada dia. Meditação esporádica não constrói ; não traz o que buscamos.

Em sua jornada em busca de si mesmo, estabeleça um horário que seja cômodo e factível; crie  um refúgio e discipline-se. Aproveite o final de semana para iniciar a peregrinação de si a si mesmo. Lembre-se sempre que ter discilpina é ser discípulo de si mesmo.

Boa jornada.  Aninha, fada peregrina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *