Mulheres Empreendedoras

Segundo pesquisas, o povo brasileiro é considerado um dos mais empreendedores do mundo. São mais de 18 milhões de brasileiros ganhando a vida como empresários.

Além disso, a força principal do empreendedorismo vem das mulheres. Segundo dados estatísticos, 30% dos novos empresários no mundo são mulheres, sendo que no País elas representam 40% desse total.

Há vários fatores que contribuem para a presença feminina de forma tão significativa nesse contexto. As mulheres estão começando a valorizar suas capacidades de maneira mais ampla, redescobrindo seu potencial e com isso buscando suas realizações. Elas saíram do seu casulo, para a felicidade de todos.

As mulheres têm grande capacidade de satisfazer as necessidades emocionais dos que com elas trabalham. O resultado disso é uma forma equilibrada e harmoniosa de alcançar o seu próprio crescimento, refletindo-se nos serviços prestados. A necessidade de poder está relacionada ao grau de influência que elas exercem no ambiente onde trabalham e não ao tamanho da sala, mordomias, tamanho da equipe, tamanho do salário, etc.

Relacionamos outras características que contribuem para o empreendedorismo feminino:

» Intensidade – em tudo o que fazem, elas se dedicam integralmente. O campo de visão da mulher, por mais amplo que seja, sabe ser restrito. Esse fato passa, para quem está interagindo com ela, a sensação de que a comunicação não é virtual; ao contrário, está acontecendo em tempo real. A intensidade também está nos sentimentos que passam.
» Afetividade – sabem como ninguém ser afetuosa e guerreira, gentil e exigente.
» Aptidão para negociação – sabem apresentar idéias, considerando prazos e orçamentos.
» Humildade – valorizam as idéias dos outros e sabem dizer que não conseguem fazer certa atividade e pedem ajuda. Com isso, mostram-se prontas para aprender.
» Responsabilidade – cumprimento de prazos, prometendo o que poderão cumprir.
» Alto astral – sua necessidade de comunicação oral causa risadas e boas histórias. Elas sempre têm um comentário a mais para fazer. Isso torna o ambiente mais leve.
» Excelente ouvinte – embora falem muito, também sabem ouvir e compreendem com mais facilidade as necessidades dos outros. Elas sabem como dar tempo aos outros e para si.
» Importância do autoconhecimento – por serem extremamente assertivas, as mulheres analisam constantemente suas habilidades e dificuldades.
» Organização – começo, meio e fim: essa é a seqüência e a dinâmica de suas ações.
» Flexibilidade – por sua necessidade constante em cumprir vários papéis (dona de casa, mãe, esposa, profissional, etc), desenvolveram a capacidade de adaptação às mais variadas situações.

Enfim, a mulher empreendedora se motiva principalmente pela busca da realização e, por consequência, da felicidade. Esse é o motivo pelo qual ela está despontando em tantos setores empresariais. Seu sucesso é evidente por uma simples questão: a felicidade é chegar ao seu limite de competência para melhorar sua vida e a dos outros.

Gilberto Wiesel é consultor de empresas, conferencista, empresário, escritor. Graduado em Administração, especialista em Motivação, com formação em Qualidade Total. Pós-graduado em Marketing, especializado em vendas. E-mail: gilbertowiesel@gilbertowiesel.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *