Muro

Construído com pedras, tijolos, cimento, ferro, areia e madeira, o muro separa ou isola determinados lugares. Na história constam muros de grande repercussão, que até países apartavam, construídos ao longo do tempo.

Efetivamente o muro é algo frio e isolador. Serve como demarcação de área, uma espécie de recado “proibido passar”. Quem está dentro da área do muro pode se sentir dono do espaço e se está por for talvez seja o excluído.

Quando não vemos o que existe por trás do muro, como todo o desconhecido, nos leva a imaginar muitas coisas. E tais considerações podem levar a pensar errado, o contrário do que realmente existe por lá.

Quantas vezes olhamos para determinada direção e criamos um muro imaginário entre nós e o ponto futuro. Um muro nos impede de enxergar longe, nos faz criar uma falsa ilusão de que somos incapazes de atravessá-lo.

Não podemos inventar monstros, deixar-nos abater por algo que sequer conhecemos. O muro pode até ser um demarcador de área, mas em algum lugar haverá um portão que nos permitirá passá-lo e aí sim poder conhecer o que realmente existe por detrás dele.             João Frederico Livi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *