Na Hora Da Raiva, Você Fala O Que Não Deve?

12

Já conheceu alguém que, quando fica bravo, não mede as palavras e fala tudo o que deve e também tudo o que não deve? Já se relacionou com uma pessoa que parece que fica cega para a realidade e termina distorcendo ou aumentando os fatos?

Se você é a própria pessoa que faz isso, precisa saber: ainda que haja razão pra sua irritação, essa razão se perde no exato instante em que sua reação é desmedida, exagerada e inconsciente.

E se você faz isso muitas vezes e há bastante tempo, é bem provável que você já saiba! Inclusive por conta dos resultados desastrosos com que teve de lidar nas tantas vezes em que armou uma baita situação desagradável por não conseguir pensar antes de falar e muito menos medir suas palavras.

Talvez você se sinta como se fosse abduzido por alguns minutos e durante esse tempo entrasse outra pessoa em seu corpo. Você abandona toda a sua lucidez e simplesmente deixa de lado tudo o que sabe sobre gentileza, bom senso e até respeito pelo outro.

Depois, o que resta é a certeza de que magoou e ofendeu alguém que não merecia. Ou até de que estragou mais uma chance de estar feliz quando isso era tudo o que você mais queria evitar: estragar tudo outra vez!

Se você vive numa gangorra de emoções e não tem a menor ideia do que fazer quando elas parecem te afogar num mar de tensão e fúria… se esse cenário vem se repetindo em seus relacionamentos, sejam pessoais ou profissionais, e você não sabe como fazer diferente… só tem um jeito de acabar com esse filme de terror que começa e termina sem que você tenha o menor controle!

Você precisa descobrir quais são os gatilhos que disparam essa dinâmica dentro de você. E precisa fazer isso antes que seja tarde demais. Antes que perca mais amigos, mais amores e mais oportunidades na vida. Precisa mergulhar num processo de autoconhecimento intenso e honesto para se dar conta do que vem antes de você causar um vendaval ao seu redor e não deixar nada no lugar.

Fácil? De jeito nenhum! Dá medo? Com certeza! Vai doer? Muito provavelmente! Mas se você viver adiando esse processo, estará preso numa terrível ilusão: a de que evitar o encontro consigo mesmo pode ser menos doloroso do que continuar repetindo esse comportamento que te faz perder tudo de bom e bonito que você conquistou!

E tem mais: quando olha para um monstro de quem vem fugindo a muito tempo, você costuma descobrir que é muito mais forte do que ele e que tem força, sim, para derrotá-lo. Mas, para isso, precisa parar de fugir. Encarar o monstro com toda a sua vontade de acabar com isso de uma vez por todas!

Procure ajuda. Existem muitas abordagens maravilhosas e eficazes para quem decide que vai se apropriar da própria história e traçar um novo destino. Busque informações, indicações e descubra onde está o interruptor para acender a lâmpada desse lugar escuro e frio para o qual você volta toda vez que não sabe o que fazer com o que sente!

Dê o primeiro passo mesmo sem coragem! Faça isso mesmo sem ter certeza de que vai dar certo! Faça simplesmente porque você merece essa chance! Porque as pessoas que amam você merecem essa chance. E porque se você não fizer, ninguém vai poder fazer mais nada por você!   Rosana Braga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *