O Aplauso É Um Agente Endorfinante

palmas

O aplauso é capaz de traduzir universalmente o que uma pessoa leva dentro de si. Tanto quanto o riso, promove um valioso estado de excelência para quem aplaude e para quem é aplaudido.

Busco continuamente novas e inusitadas fórmulas que tenham o poder de despertar o interesse e o aprendizado nas pessoas. Ideias e conceitos que podem ser acionados no dia-a-dia de qualquer ser humano, provocando uma constante renovação pessoal. Durante minhas buscas, eu encontrei uma preciosa fórmula ao estudar o aplauso. Os aplausos têm um efeito muito parecido com o da risada.

É um agente altamente endorfinante, capaz de reportar qualquer pessoa para situações de excelência. Aprendi com um mestre oriental que os aplausos revigoram as energias e atraem o positivismo. Quem é aplaudido tem a sensação de sentir-se aceito. Quem aplaude transmite as energias positivas, de alegria e de entusiasmo. Ser aplaudido e aplaudir alguém são sensações maravilhosas.

O aplauso é um código universal que traduz a aceitação, a aprovação, o aconchego. O ato de aplaudir, muitas vezes, exprime mais emoção, mais alegria, mais entusiasmo que muitas palavras. A mesma universalidade é encontrada no aperto de mão, no abraço, no sorriso. Essas pequenas atitudes do ser humano foram estudadas e experimentadas cientificamente na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

O resultado da pesquisa constatou que elas produzem naturalmente altas doses de endorfina no organismo. Veja bem, o que estou expondo foi estudado por cientistas. Melhor ainda, esses recursos não precisam ser comprados, não existe preço, não precisamos pedir emprestado. Só precisamos encontrar dentro de nós mesmos o prazer de realizá-los, de manifestá-los.

Você tem recebido elogios? Você tem recebido sorrisos? Você tem aplaudido ações de outras pessoas? Se respondeu não, a sua produção de endorfina está muito baixa ou zerada. Algo precisa ser mudado. Vou dar uma grande dica: faça elogios, sorria para as pessoas, abrace os amigos, dê bom dia, boa tarde e boa noite para quem passar por você. Assim como a ação da gravidade, a vida tem uma regra irrefutável: você recebe o que dá. Toda ação corresponde uma reação que é igual ou contrária. Tudo na vida é uma via de mão dupla.

Eu me sirvo de todos esses recursos. Para utilizar a “terapia do aplauso”, eu gravei um CD somente com aplausos e antes de dormir, a última coisa que faço é colocar os aplausos para eu mesma escutar. Fecho os olhos e imagino uma grande platéia me aplaudindo. Agradeço entusiasticamente a oportunidade de ter realizado mais uma estréia. Agradeço antecipadamente a estréia do dia seguinte, com a certeza de que as minhas atitudes e as minhas realizações serão ainda melhores. Tudo o que não deu certo hoje, tudo o que eu não sabia, vou procurar realizar e conhecer melhor amanhã.

Com a alegria de ter sido aplaudida, com a certeza de que tudo será melhor, durmo endorfinada e muito feliz. Quando desperto pela manhã, constato que o Poder Supremo está gostando da minha atuação no mundo, pois todos nós, ao acordarmos, somos convidados a continuar no palco da vida, a buscar novas realizações, a descobrir novas fórmulas para a felicidade. Levanto-me com a sensação de estar sendo bisada e inicio o dia sentindo-me vencedora.

Por quê? Porque eu me deixo contagiar pela energia do aplauso, do sorriso, do abraço, da vida.

Texto de Leila Navarro – palestrante motivacional no Brasil e no exterior. É autora de cinco livros, todos pela Editora Gente. Venceu o “8º Prêmio Top Of Mind Fornecedores de RH” na categoria “Palestrante do Ano”, em 2005.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *