O caso da Ponte

João era casado com Maria e se amavam.

Depois de um certo tempo, João começou a chegar cada vez mais tarde em casa. Maria se sentiu abandonada e procurou Paulo que morava do outro lado da ponte. Acabaram amantes e Maria voltava para casa sempre antes do marido chegar.

Um dia, quando voltava, encontrou um bandido atacando as pessoas que passavam na ponte. Ela correu de volta para a casa de Paulo e pediu proteção. Ele respondeu que não tinha nada haver com isso e que o problema dela. Ela, então, procurou um amigo. Este foi com ela até a ponte, mas se acovardou diante do bandido e não o enfrentou.

Resolveram procurar um barqueiro mais para baixo do rio. Este aceitou levá-la por R$ 100,00, mas nenhum dos dois tinha dinheiro. Insistiram e imploraram, barqueiro foi irredutível. Aí voltaram para a ponte e o bandido matou Maria.

Coloque os seis personagens em ordem decrescente de culpa, isto é, no n.º 1 coloque o maior responsável pelo que ocorreu e os restantes em ordem decrescente, ficando no n.º 6 o menos culpado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *