O Lenhador E A Raposa

http://2.bp.blogspot.com/-ZhXOeLgM-3Q/T2sSjUoUA8I/AAAAAAAAASg/o0Cq5xtHUj4/s1600/lenhador2.jpg

Um lenhador acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, só parando tarde da noite. Ele tinha um filho lindo de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança. Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando do bebê. Ao anoitecer, a raposa ficava feliz com a sua chegada.

Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem, e portanto não era um animal confiável, e quando sentisse fome comeria a criança. O lenhador dizia que isso era uma grande bobagem, pois a raposa era sua amiga e jamais faria isso. Os vizinhos insistiam: “Lenhador, abra os olhos! A raposa vai comer seu filho. Quando ela sentir fome vai comer seu filho!”

Um dia o lenhador, exausto do trabalho e cansado desses comentários, chegou em casa e viu a raposa sorrindo como sempre, com sua boca totalmente ensangüentada. O lenhador suou frio e, sem pensar duas vezes, acertou um machado na cabeça da raposa. Desesperado, entrou correndo no quarto. Encontrou seu filho no berço, dormindo tranqüilamente, e ao lado do berço uma cobra morta.

 

O lenhador, sofrendo e arrependido pelo que fez, enterrou o machado e a raposa juntos e lamentou profundamente sua precipitação.

…Se você confia em alguém, não importa o que os outros pensem e digam a respeito. Não se deixe influenciar por pessoas que visam plantar a desconfiança através de comentários maldosos. Siga sempre o que diz seu coração…

2 Responses to O Lenhador E A Raposa

    • A fábula, como sempre ou como na maioria das vezes, traz pela mediação dos animais, ensinamentos valiosos. É por isso que o uso de fábulas desde os primórdios tempos de Isopo tem grande sucesso no ambiente escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *