O Que Acontece Quando Você Emburra

1Conhece alguém que quando fica bravo por qualquer motivo, emburra? Fica de cara fechada, não fala sobre o que está pensando e sentindo e pode levar dias até voltar ao normal? Talvez você mesmo seja assim, acreditando que esse é o seu jeito, a sua forma de lidar com o que te incomoda.

Ok, tudo bem ter o seu jeito. Cada um deve mesmo encontrar uma boa maneira de digerir suas mágoas e suas irritações. Mas, convenhamos! A vida é mesmo curta! O tempo realmente voa. Cada vez mais, temos dificuldade de encontrar tempo para estar com quem amamos de forma tranquila, relaxada e entregue. No trabalho, uma das características mais valorizadas de um profissional é a sua capacidade de comunicação e de conciliação.

Então, pare e pense: de verdade, qual é a vantagem em emburrar? Note a palavra em si: em-burrar. No dicionário, a explicação da expressão é algo como tornar estúpido, empacar. Mais ou menos como colocar a burrice para dentro de si. Tornar-se como um burro.

Ei, será? Será que é mesmo um bom jeito de ser? Será que adianta, melhora ou resolve algum problema? Bem, para as relações rasas, sem importância, talvez ficar emburrado não mude nada, a não ser para você mesmo, já que essa postura e esse estado só servem para te deixar amuado, ainda mais magoado e com pensamentos negativos.

E não é só isso! Pessoas que passam boa parte de seu tempo emburradas não encontram espaço e nem clima para serem alegres, bem-humoradas, leves, divertidas e felizes. Afinal, elas terminam aprendendo a fazer um esforço considerável para sustentar a cara fechada e tensa de emburradas. E pode apostar: emburrar, cansa! Cansa o corpo, a mente, o coração e a alma!
Até porque, precisam ficar pensando no que aconteceu de ruim. Precisam ficar repetindo para si mesmas o quanto estão certas e o quanto o culpado por sua mágoa é um cretino, idiota e insensível. Elas precisam validar a burrice que estão fazendo consigo mesmas, nem que para isso precisem distorcer os acontecimentos, exagerar as intenções e até inventar detalhes sórdidos que justifiquem seu emburramento.

Agora, some isso tudo de chatice aos desafios reais que todo relacionamento traz? Será mesmo que precisamos de algum exagero? Será mesmo que já não bastam os aprendizados que teremos de ter para amadurecer e viver encontros mais saudáveis, criativos e felizes?

Eu sugiro, de verdade, que você pare de emburrar agora! Toda vez que se pegar emburrando, trate de desemburrar! Vá para frente do espelho e ria de si mesmo. Ou coloque uma música que você adora e dance por alguns minutos. Ou ainda corra até quem te incomodou e diga algo como “podemos falar sobre o que aconteceu e tentar resolver?”.

Enfim, existem milhares de maneiras de lidar com o que nos irrita e nos incomoda. Afinal, são convites para o crescimento. Então, reúna boa dose de sua inteligência e de sua sensibilidade e vá fazer esse dia valer a pena agora mesmo! A decisão é sua. Sempre sua!      Rosana Braga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *