O Que Ponderar Para Aceitar um Trabalho Freelancer?

Além do posto na empresa: o que ponderar para aceitar um trabalho freelancer?

Seu orçamento estava um pouco apertado e você, em busca de novos desafios. A rotina escritório-casa-escritório já estava começando a incomodar. Foi então que apareceu a oportunidade de fazer um trabalho freelancer. Ele será por pouco tempo, mas ajudará bastante a equilibrar suas finanças. Diante desta situação, fica a dúvida: devo avisar a empresa sobre a nova atividade ou  não? O que preciso ponderar para aceitar a proposta?

De acordo com a consultora de RH (recursos humanos) da Catho Online, Gláucia Santos, é importante colocar para a empresa sobre a nova atividade, porque de alguma forma ela pode vir a interferir no trabalho que realiza dentro da companhia. “Se tiver certeza de que não tem interferência alguma, não precisa colocar”, completou ela.

O que acontece bastante hoje em dia são pessoas que fazem freelancer no comércio ou em algo relacionado a uma atividade de lazer, como artesanato, “porque entra como uma segunda fonte de renda e um prazer”, nas palavras da consultora.

Mesma atividade?

“Agora, quando o profissional vai trabalhar como freelancer, com algo que é parecido com o que faz na empresa, entra a questão da ética. Se usa ferramenta, informação da empresa, pode até ser demitido por justa causa”,
explicou Gláucia.

Realizar a mesma atividade como freelancer e empregado em uma empresa é muito comum para profissionais que atuam na área de tecnologia da informação, desde manutenção até o desenvolvimento de projetos. Mas, neste
caso, o profissional está dividindo aquilo que aprendeu com sua experiência, com sua formação técnica. Quando aceitar?

Por isso, antes de aceitar o convite, é preciso ficar atento a algumas questões. Afinal, a sua principal fonte de renda ainda é o trabalho na empresa, o que significa que não vale a pena colocá-la em jogo por algo que
não ajudará a resolver seus problemas financeiros. O principal deles é se o trabalho temporário não irá tomar tempo na empresa, fazendo você deixar de participar mais ativamente.

Outro ponto a observar é o ganho com a nova atividade, não só financeiro, mas de modo geral. “Porque muitas vezes o ganho financeiro não compensa a perda de tempo”. Confira também seus objetivos profissionais. Ao aceitar a atividade, você estará se desviando deles? O novo trabalho poderá ajudar a alcançá-los?

Detalhes

Caso você aceite o trabalho freelancer, é bom estar atento a alguns cuidados, para não comprometer nenhuma das atividades:

* Não dê contatos da empresa em que trabalha para o novo contratante.
Desta forma, você evita que ele interrompa sua rotina na companhia e prejudique sua imagem. Forneça apenas os pessoais; * Depois de aceitar a proposta, providencie uma agenda! É preciso ter bastante organização para poder lidar com as duas atividades dentro dos prazos exigidos. Isso também ajuda, de acordo com Gláucia, a separar um tempo para você.          Flávia Furlan Nunes – InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *