Olhe-se Com Bons Olhos

Você tem costume de se olhar no espelho?
O que exatamente você enxerga nele?
Ah, sim seu reflexo! Tenho certeza que sim. Mas, agora me responda outra coisa:
Como você vê esse reflexo?
Quer saber por que, resolvi tratar deste assunto um pouco delicado, mas muito realista, hoje?
Bom, quero que você saiba que eu também já passei por minhas fases de complexos, de baixa autoestima, a ponto de olhar no espelho e não gostar do que via. Hoje, após aprender algumas lições de vida, tenha certeza que gosto muito do que vejo refletido no espelho.
E quando, o que vejo não me agrada eu trato logo de mudar meu próprio semblante.
Então, deixe-me contar uma historinha (na verdade compartilhar uma parábola que recebi de uma amiga há algum tempo). Com essa historinha eu vou reforçar e ilustrar melhor o meu raciocínio!
O titulo da parábola é “O REFLEXO” e infelizmente, desconheço sua autoria, para compartilhar os devidos créditos.
Certo dia, uma moça desiludida resolveu seguir o exemplo dos “contos da infância”. Colocou-se em frente ao seu espelho e perguntou:
– Querido espelho, olhe para mim e me diga: “Existe alguém mais infeliz do que eu?”.
– Com certeza, respondeu o espelho, existe alguém mais triste que tu neste momento. E este alguém sou eu.
A moça olhou espantada. Não esperava que um espelho falasse e ainda contra si. Mas o espelho prosseguiu:
– Tu não imaginas a dor que eu sinto ao ver, no meu reflexo, uma pessoa que deixou seus problemas tomar conta de sua vida, que não tem mais vontade de lutar e principalmente que não consegue ver dentro de si as suas qualidades, suas capacidades e o seu talento.
Queria que estivesse no meu lugar pra ver. Tu és uma pessoa tão inteligente, que fala para todos que tem um Deus e tantas vezes falou do amor de Deus, agora se mostra tão derrotada. Deus é tão pequeno assim em tua vida para que tu te sintas tão inferior assim?
É pena que tu não vejas através de mim toda a tua facilidade em lidar com as pessoas, quanto é expressiva a tua voz e tua palavra, quanto teu coração é forte e o quanto as pessoas te amam.
Olhe para ti!
Levanta essa cabeça, pois, dificuldades todos nós temos, assim como todos guardam dentro de si algo especial para dar, a capacidade de tornar a própria vida prazerosa.
Quantas são as pessoas que gostariam de ser como tu és! Saudável, inteligente e com toda a vida pela frente! No entanto, muitas delas são felizes e agradecem a Deus pelas suas vidas. Use a tua sensibilidade – ela é essencial para a vida.
Por isso quero te dizer:
Motive-se ao acordar pela manhã, pense algo do tipo: “hoje meu dia será produtivo, alegre e cheio de vida, pois tenho Deus comigo”.
Faça isso com amor no coração e concentre em teus objetivos. De hoje em diante, quero ver outra imagem refletida em mim. Uma imagem de alegria interior.
A vida é tão curta. Não percas tempo com os momentos ruins. Faça deles experiências positivas para continuar tua vida. Ser feliz depende de uma vida em comunhão com Deus e em harmonia contigo mesmo. O que vem depois disso são apenas resultados.
Portanto, da mesma forma como termina esta reflexão, eu sempre repito: A vida é feita de resultados, alguns muito bons, outros nem tanto. Mas são sempre resultados.
Procure criar seus resultados de forma positiva, para que o reflexo no espelho seja sempre uma bela imagem.
Ao olhar-se no espelho, olhe sempre com “BONS OLHOS” para você mesmo:!

Sigmar Sabin – Professor e Aprendiz da vida – sigmarsabin@bomdiahoje.com.br -www.bomdiahoje.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *