Pequenas Iniciativas E Muita Criatividade Podem Alavancar O Sucesso Das Empresas

Idéias simples, porém eficientes, podem fazer a diferença na acirrada concorrência entre as corporações no atual panorama globalizado. Nem sempre a competitividade está aliada a grandes investimentos, às inovações tecnológicas de ponta ou busca de sofisticados serviços e produtos.

Pequenas iniciativas podem ser uma alternativa para alavancar empreendimentos.

Inovar está ao alcance de qualquer negócio, independente do tamanho da empresa. O professor de planejamento estratégico e gestão de serviços da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Marcos Morita, ressalta que a idéia criativa começa por um bom gerenciamento estratégico.

“O primeiro passo é criar uma estrutura organizacional orgânica, aberta, na qual os funcionários sintam-se à vontade para expressar suas idéias e sugestões. Imagine um capitão pedindo aos soldados que pensem em maneiras criativas de realizarem seu trabalho.

Estruturas rígidas, hierárquicas, não combinam com criatividade”, destaca o professor.

O professor Morita destaca um modelo que deu certo.

“Um bom exemplo é o Google, cuja estrutura organizacional é bastante flexível, permitindo aos funcionários que criem seus próprios projetos”. Ele ressalta também formas de incentivo.

“É importante recompensar aqueles que tiveram as idéias, seja financeiramente ou com homenagem perante seus colegas de empresa. É fundamental também, no processo final, “vestir” as ações inovadoras com um bom marketing: folhetos, internet, comunicação interna, entre outros.

No entanto, o especialista em gestão empresarial e outsourcing, Roni Oliveira, relata que, às vezes, o profissional precisa de tempo para trazer idéias inovadoras e interessantes. “Incentivar seus profissionais na busca do algo a mais, não é fácil. Porque para se chegar no “algo a mais” é necessário que os seus profissionais possam sair do seu dia a dia e buscar maneiras diferentes de fazer a mesma coisa”, comenta o professor Oliveira.

O diretor da Gerencial Auditoria e Consultoria, Ângelo Mori Machado, destaca abaixo algumas ações indispensáveis para que a empresa seja competitiva e inovadora.

1. Foque nos seus objetivos e trace metas de curto, médio e longo prazo para os resultados.

2. Conheça os seus concorrentes e clientes. Um negócio competitivo atende com êxito as expectativas e carências do seu público-alvo.

3. Idéias são sempre bem-vindas. Por isso, crie um canal de comunicação constante entre funcionários e gestores.

4. Diversifique, diferencie e melhore a prestação de serviço ou a qualidade do produto de sua empresa. Assim o gestor dilui os riscos e amplia a competitividade do negócio.

5. Utilize as ferramentas da Internet. Uma empresa que não está conectada perde, dia a dia, mercado para as que estão. Elas são úteis, ainda, para atender ao Fisco e servirem de apoio à gestão, como acesso a documentos e informações necessários para um planejamento estratégico.

6. Crie estratégias para aumentar a produtividade ou os ganhos para o empreendimento, mantendo a equipe envolvida durante todos os procedimentos.

7. Capacitar e motivar os colaboradores é fundamental para que empresa alcance bons resultados.

8. Use a contabilidade como ferramenta de gestão, fornecendo relatórios e insumos, considerados imprescindíveis para planejar o crescimento. Afinal, pequenos ajustes fazem uma grande diferença.

As estratégias corporativas devem se reinventar quando for preciso, agregando valor ao que tende a se desvalorizar no mercado com o passar do tempo.

Fábio Bandeira de Mello – www.administradores.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *