Qual É O Segredo Do Amor?

24

Como fazer um relacionamento resistir ao tempo, resistir a rotina, ao ego de cada um?

Se apaixonando não pela figura que se apresenta, não pelo sonho que você idealizou,

mas pela pessoa que de alguma maneira te conquistou.

Quem se apaixona pelo cheiro da pessoa amada, pelo riso solto ou pela franqueza,

pelo jeito tímido ou debochado de ser, aprende a amar a essência e separa:

o que é real do que é sonho…

Só ama de verdade quem “admira” os detalhes da pessoa amada, e são os detalhes que fazem toda a diferença.

Muita gente procura amores de cinema, onde tudo faça a diferença, a pele, o sorriso, a altura, os cabelos, a simpatia, a inteligência, o bolso, a profissão, são tantas exigências, tantas requisições,

e o amor pede tão pouco:

no início admiração, depois do conhecimento inicial: atenção, depois de algum tempo juntos: dedicação, e junto com o respeito, que deve existir sempre, o amor para resistir ao tempo precisa de detalhes, as vezes tão pequenos, que acabam gerando um elo, uma aliança que torna o casal único, isso se chama cumplicidade, e é o que faz a diferença.

Cumplíces são mais do que amigos, mais do que irmãos, são almas afins que se reconhecem mesmo de longe, onde o olhar fala mais do que mil palavras, detalhes que fazem de um relacionamento, o verdadeiro amor, o que dura além do tempo, e transformam duas pessoas em “almas gêmeas”.   Kaefeke

2 Responses to Qual É O Segredo Do Amor?

  1. Grande Profa Rita alonso!!!

    Esta mensagem é de muito carinho e extrema profundidade!!!

    E é claro que, de imediato, lembrei de como conheci meu maridão…lá no segundo semestre de 1984, quando fui na casa de uma amiga, que tinha feito faculdade de Psicologia na USP, comigo… e íamos para o aniversário de outra colega, da mesma turma da Faculdade e marcamos de irmos juntas!!!

    Quando cheguei lá…coloquei o pé na porta de entrada e dei “de cara”…com um rapaz…sentado na poltrona que ficava de frente para a porta e ele estava com uma almofada nas mãos e acho que estava brincando com a irmã um pouco mais nova que a minha colega da faculdade!!! E ao chegar na porta…ele parou o que estava fazendo e olhou-me de cima abaixo!!! E eu fiquei meio sem graça…e entrei e cumprimentei a todos!!!

    E fomos para a casa de nossa colega!!! E lá…ele ficou perto da porta da geladeira e nós é que pegávamos o refrigerante e nos servíamos!!! E toda a vez que eu ía até a geladeira, ele brincava comigo…sorria…e fomos nos aproximando…lentamente!!!

    E daí para frente…são trinta anos de conhecimento… e vamos fazer, em fevereiro do ano que vem…Bodas de Prata!!!

    E quanto nos identificamos…e tenho certeza de que somos “almas gêmeas”…como diz este texto!!!

    E passamos por alegrias…surpresas positivas e outras…indesejáveis… e sempre unidos…pelo amor verdadeiro!!!

    E pode ser que não existam muitos casos semelhantes ao meu…mas posso dizer que amo…meu maridão…e confio nele, de “olhos fechados”!!! risos

    Valeu!!!! Mil vezes, valeu!!!

    Grata e conte comigo…hoje e sempre!!!

    Da Admiradora e parceira…eterna “aprendiz”,

    Lilian Cury
    Facilitaddora de Projetos de Inclusão e Programas de T&D
    Coordenadora pela AAPSA – Grupo GPD – Gestão de pessoas com Deficiência
    Aluna e colaboradora do centro de apoio ao defivisual – CADEVI
    Pós-Graduada em Tecnologia Assistiva, pela Faculdade de Medicina do ABC e Fundação Santo André

  2. Também quero depor, conheci, minha alma gêmea em 1974, casamos em 1982, e hoje, há 40 anos me confundo, ou nos confundimos, pois tem momentos que parece meu espelho, pois quando brigo com ele, logo após reflito e penso,….eu também faço igual, e quando estou dançando com ele, sempre na mesma sintonia. e muito prazer sempre, em estar do lado dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *