Quando Alguém Quer, Encontra Os Meios

persistência

Você já está preparado para as provas que a vida lhe propõe?

Você não está entendo o que eu quero dizer. Então prepare-se. Tire uma folha limpa do caderno, anote ai no topo, seu nome, a data de hoje, que vai começar a prova. Não vale, resposta à lápis. Somente a caneta azul.

Hum, qual seria sua reação a esta altura da vida? Como você me classificaria por essa atitude?

Está bem, eu não uso essa prática em sala de aula, mas deveria. Aliás, todos os professores, todas as escolas deveriam sim, aplicar provas sem avisar previamente.

Mas, vamos deixar essa discussão sobre políticas pedagógicas e educacionais para as esferas competentes.

Na realidade, quero mesmo é falar com você, sobre algo que as escolas não ensinam normalmente.

Para qualquer pessoa com filhos de qualquer idade ou qualquer pessoa que já foi criança, aqui estão alguns conselhos atribuído à Bill Gates o criador da Microsoft e um dos homem mais ricos do mundo, em uma conferência de uma escola secundária sobre coisas que os estudantes não aprenderiam na escola.

Ele fala sobre como a política do “sentir-se bem” tem criado uma geração de crianças sem conceito da realidade e como esta política tem levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores à escola.

Não é a toa que ele se tornou num dos homens mais bem sucedidos e ricos do mundo.

Estas são as suas regras:

Regra número 1: A vida não é fácil – acostume-se com isso.

Regra número 2: O mundo não está preocupado com a sua autoestima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele antes de sentir-se bem com você mesmo.

Regra número 3: Você não ganhará um salário de dois ou três dígitos por ano assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.

Regra número 4: Se você acha seu professor foi rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.

Regra número 5: Fritar hambúrgueres não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso – eles chamam de oportunidade.

Regra número 6: Se você fracassar, não é culpa de seus pais, então não lamente seus erros, aprenda com eles.

Regra número 7: Antes de você nascer seus pais não eram tão chatos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você falar o quanto você mesmo era legal. Então, antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.

Regra número 8: Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente nada na vida real.

Regra número 9: A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudarão a cumprir suas tarefas no fim de cada período.

Regra número 10: Televisão não é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a cafeteria e ir trabalhar.

Regra número 11: Seja legal com os “nerds”. Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar para um deles.

E para finalizar a regra do Professor e Aprendiz Sigmar Sabin: “Pare de procurar culpados”!

Dificilmente encontraremos algo tão prejudicial à conquista de uma vida feliz quanto a nossa tendência de procurar culpados para nossos infortúnios e buscar desculpas para justificá-lo.

Se não somos felizes, a culpa é dos outros, dos governantes, da falta de recursos etc. Se não progredimos, é por causa da falta de oportunidades, da falta de instrução, da falta de apoio etc.

O resultado dessa atitude é a acomodação e o bloqueio de qualquer oportunidade de melhoria.

Quem quer fazer alguma coisa encontra um meio, quem não quer fazer nada encontra uma desculpa.

Pense nisso…

Sigmar Sabin – Professor e Aprendiz da vida

2 Responses to Quando Alguém Quer, Encontra Os Meios

  1. Agradeço sua mensagem, mais uma de infinitas vezes, que já agradeci e sei que ainda vou agradecer..mais!!!
    E acredito que as “provas” vêm e não sabemos…quando…como…quanto…e o que vão deixar de consequências…!
    Só tenho uma certeza: se passamos por ela (s) é por ser-nos útil (eis)!!!
    E ainda na minha crença…nós já sabemos e assumimos passar por elas…mas quando reencarnamos, perdemos esta “memória” e vamos vivendo…crescendo…acertando e errando… e reaprendendo…continuamente!!!
    E eu agradeço a você, pelas mensagens que só me “iluminam ” muito!!!
    E esta não vou compartilhar…vou guardá-la dentro da minh’alma!!!
    Fica meu sincero…verdadeiro abraço e conte comigo…SEMPRE!!!
    Até breve!!!

  2. Olá Rita, uma 2ª feira abençoada pra você.
    Se todo mundo tivesse o mesmo pensamento. seria sem graça. Não teríamos opinião própria e não questionaríamos nada. Excelente
    o texto do Prof. Sigmar Sabin.
    Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *