Relaxar

IMG_9328

Vivemos pressionados por tantas solicitações do mundo exterior, que se torna cada dia mais difícil encontrar um espaço de paz e serenidade dentro de nós.

Cobramo-nos mais coragem, mais competência, mais ambição, mais empenho na superação de nossas dificuldades.

E todas estas metas que nos impomos, acabam se constituindo em mais um obstáculo ao alcance da felicidade que tanto buscamos. Precisamos de uma pausa, uma postura mais amorosa e compassiva para conosco, que nos permita substituir a luta, pelo relaxamento em nosso próprio ser.

Mas, este relaxamento só poderá existir, se estivermos plenamente conscientes de que já somos o que desejamos ser, e que o êxtase e a alegria pelos quais tanto ansiamos já se encontram dentro de nós.

Se ainda não os experimentamos, certamente é porque nossos olhos têm se voltado muito mais para fora do que para o nosso próprio centro.

Enquanto continuarmos focados apenas no que nos falta e nas dores e dificuldades que o estado de inconsciência nos impõe, a luz que nos guiará no alcance da harmonia interior, continuará oculta.

Ela precisa de um estado receptivo, relaxado e, acima de tudo, confiante, para que possa expressar-se em toda a sua plenitude.

…Não há qualidade ou energia que não possa ser convertida para o bem, para a bênção. E lembre-se, aquilo que pode tornar-se ruim, sempre pode tornar-se bom; aquilo que pode tornar-se prejudicial, sempre pode tornar-se útil. Útil e prejudicial, bom e ruim são direções. É uma questão simples de transformar mudando a direção e as coisas se tornarão diferentes.

A forma que você está se movendo agora é errada. Qual é a prova que algo está errado? A prova que algo está errado é que quanto mais você se move, mais você se torna vazio, quanto mais você se move, mais você se torna triste; quanto mais você se move, mais você se torna impaciente; quanto mais você se move, mais você é preenchido com escuridão. Se for esta a situação, então, certamente você está se movendo erradamente.

Bem-aventurança é o único critério para a vida. Se sua vida não é bem aventurada, então, saiba que você está se movendo erradamente. Sofrimento é o critério de estar errado, e bem-aventurança é o critério de estar certo – não há outro critério. Não há necessidade de perguntar a mais ninguém.

Você pode usar esse critério todo dia, na sua vida cotidiana. O critério é a bem-aventurança. É o mesmo critério de testar ouro esfregando-o em uma pedra: o ourives jogará fora o que quer que não seja puro e colocará o que é puro na sua loja.

Continue checando, cada dia, utilizando o critério da bem-aventurança; veja o que é certo e o que é errado. O que quer que esteja errado pode ser jogado fora, e o que quer que esteja certo começará a se acumular lentamente como um tesouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *