Rompendo O Cerco

Objetivos: Constatar as dificuldades existentes quando queremos ultrapassar alguma dificuldade, enquanto as pessoas ao nosso redor dificultam ainda mais ou não ajudam.

Observar a perseverança e resistência dos participantes, diante de uma situação de pressão.

Trabalhar um relacionamento.

Material: Não é necessário.

Processo: Formar um círculo, de modo que os membros fiquem com os braços entrelaçados e firmes.

Pedir um voluntário, sem dar explicações.

Explicar que a dinâmica tem duas orientações básicas:

–          O voluntário deverá tentar, por todos os meios, sair do círculo;

–          Cabe aos demais, que estão firmemente no círculo, impedir que o voluntário saia.

Pedir que o de dentro troque com outra pessoa, repetindo o procedimento mais algumas vezes.

Ao final, seguem-se alguns comentários para reflexão do grupo:

  1. O que você sentiu ao ser voluntário, tentando sair do círculo e enfrentando tamanha dificuldade?
  2. Qual o sentimento do grupo? Houve vontade de ceder? Surgiu sensação de sadismo? Compaixão?
  3. O que significa romper o cerco?
  4. O que isso tem a ver com a realidade do nosso dia-a-dia?
  5. Quais as palavras “mágicas” do relacionamento humano?

Licença, desculpe, por favor, obrigado, amo você, volte sempre, disponha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *