Saúde E Carreira: Programas Podem Aumentar A Produção E Diminuir O Absenteísmo

Preocupadas com a saúde e com o bem-estar de seus funcionários, várias empresas passaram a investir em programas de qualidade de vida. Mas como implantar esses projetos? Que benefícios eles trazem?

De acordo com o diretor da Manpower, consultoria de Recursos Humanos, Marcello Borges, o primeiro passo, para ter um bom programa de qualidade de vida na empresa, é fazer uma pesquisa com os colaboradores.

“É fundamental a instituição fazer uma pesquisa, na qual seus colaboradores possam expressar as suas opiniões sobre a instituição, indicando o que poderia mudar para melhorar a qualidade de vida de todos.”

Borges ressalta que, para o êxito da pesquisa, a identidade dos funcionários não deve ser revelada. Assim, todos expressariam as suas ideias sem nenhum tipo de receio.

Benefícios

Para Borges, ao propiciar uma melhora na qualidade de vida dos funcionários, a empresa consegue aumentar os níveis de produtividade.

“Ao melhorar a qualidade de vida do seu funcionário, os índices de absenteísmo por problemas de saúde será bem menor. Além disso, a produtividade também aumenta, uma vez que os colaboradores trabalham mais saudáveis e satisfeitos”.

Novos programas

Entre as novidades dos programas de qualidade de vida oferecidos pelas empresas, o diretor da Manpower destaca três:

* Conscientização do trânsito – muitas empresas constataram que grande parte dos seus funcionários utilizavam motocicletas para a locomoção. Então essas instituições realizaram palestras sobre como usar esse veículo de forma consciente, a ainda deram dicas de manutenção; * Campanhas antitabagistas – neste caso, são realizadas palestras com médicos e especialistas no assunto, para orientar os danos à saúde causados pelo cigarro;

* Orientação à Gestante – nas empresas onde existe grande quantidade de mulheres, há palestras sobre planejamento familiar e os cuidados durante a gestação;

Tradicionais

Além dessas inovações, muitas empresas oferecem aos seus funcionários o acesso à academias esportivas e a aulas de yoga.

“As grandes empresas dispõem de academias em suas unidades, para uso dos seus funcionários. Já as pequenas e médias empresas fazem convênios com clubes e academias próximos de onde estão localizados, para que seus colaboradores consigam descontos”, finaliza Borges. Luana Cristina de Lima Magalhães – InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *