Será Você Seu Principal Inimigo?

Cobranças excessivas, noites sem dormir, desgastes emocionais, discussões sem motivo, projeções futuras sem a mínima chance de concretização, seja no âmbito de relacionamentos ou profissional, sim, tudo isto pode estar destruindo seu campo emocional.

Hoje em dia, cada vez mais presenciamos situações de desequilíbrio, no trabalho, em casa e nas relações de amizade. O interesse se sobrepõe a tudo e a todos na grande maioria dos casos, e isto acontece quando escolhemos ou permitimos. As pessoas equilibradas conseguem se manter à parte de tudo isso, e vivem na luz. Porém, quando estamos em fase de desequilíbrio energético, viramos inimigos de nós mesmos.

Criamos situações que não permitem crescimento ou felicidade, somente angústia, depressão e cobrança excessiva.

Quantas e quantas vezes já escutamos: se você não se ama, quem irá amá-lo?

Se você não se valoriza, quem irá valorizá-lo?

Se você não acredita em você, quem irá acreditar em você?

Mas e se todas essas respostas forem sim?

Você se torna seu principal inimigo quando cria e atrai situações que são semelhantes ao seu desequilíbrio energético. Somos seres de luz que viemos para um crescimento pessoal, para sermos felizes e realizados, isto representa conexão plena com o Todo, com o Universo.

Podemos analisar como agimos de inimigos frequentes a cada situação exposta acima:

– será que você se ama em primeiro lugar? Os relacionamentos se tornam conturbados quando nos esquecemos de nós mesmos e somente enxergamos o outro como ideal de vida, isto é possível e comum. Como o outro amá-lo e valorizar se você não se enxerga como pessoa e ser de grande valor?

– o processo de rejeição trazido da infância também cerceia de forma impactante os relacionamentos, principalmente de duas formas, ou encontrando alguém que você ama e não lhe quer, e você passa a vida inteira atrás da pessoa e sofrendo… Ou encontra alguém que você não ama e convive pelo simples medo de estar só.

– no âmbito profissional não enxergamos nosso valor e competência e nos retraímos frente a desafios perdendo oportunidades de crescimento.

– em alguns casos, fazemos escolhas de empresas doentes e ambientes não sadios. Será que sua energia não estava desta forma quando escolheu esse local para trabalhar?

Por que não modificar tudo isso e mudar o padrão vibracional, tornando-o favorável em cada situação vivida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *