Simplesmente Solte Seu Riso

Você já deu uma boa risada hoje?

“Dar risada é uma explosão de alegria que começa com um sorriso e acaba com uma grande gargalhada.” (Cecília Machline, em benefícios do riso).

O que é a terapia do riso? Você já ouviu falar ?

No Brasil, ela não é muito divulgada e também não é muito comum, apesar de eu conhecer alguns grupos que trabalham de forma parecida, com a finalidade de levar alegria para crianças em hospitais e outros locais.

Na verdade, falo de uma prática que iniciou na Índia, chamada Hasyayoga, através de um médico indiano que decidiu criar uma rotina para que as pessoas pudessem se beneficiar dos efeitos do riso para a cura de doenças físicas e emocionais. Essa prática começou a ocorrer em meados de 1990 e eram formados grupos matinais que se encontravam regularmente para rir.

Já foi provado cientificamente, que o riso tem efeito benéfico para doenças cardiovasculares, contra depressão, estresse, reduz os riscos de alergia, asma, artrite, diabete, aumenta a imunidade, e diversas outras doenças comuns no dia de hoje. O riso na verdade é uma pílula que pode curar doenças ou minimizar seus sintomas e entre as suas vantagens, vou citar apenas duas: não tem contra indicações e é gratuito, porém não se esqueça de ir ao banheiro antes, para não fazer xixi na calça de tanto rir.

Nas terapias do riso as pessoas chegam tímidas, carregando problemas e preocupações, estresse do dia a dia, dificuldades financeiras, entre outros sintomas. Mas tem um detalhe, você não precisa estar feliz para rir. Já foi provado, também cientificamente que os efeitos do riso forçado, têm o mesmo efeito do riso espontâneo, por isso, se você tem algum probleminha que te deixa triste, talvez a solução seja rir das suas tristezas. Podemos não resolver os problemas, mas minimizamos os sintomas e começamos a enxergar as coisas de perspectivas diferentes.

Vale a pena tentar, não acha ?

Mesmo sem vontade de rir, a terapia do riso começa tímida, com um pequeno contato visual com os outros participantes, não é preciso falar nada e ninguém vai te forçar a rir. Da mesma forma que você pode gargalhar, também pode sorrir ou simplesmente ficar em silêncio, se você conseguir, claro!

Depois de alguns minutos, começa os exercícios do riso forçado, conta-se uma piadinha sem graça, uma careta infantil, um conto qualquer e percebemos que o riso forçado do outro é engraçado e até sai uma risadinha ou outra, aumentando a intensidade e começa então a corrente do riso, se transformando do riso forçado para o espontâneo e esquecemos tudo o que estávamos carregando de ruim e já não dá mais tempo pra pensar em nada. Este é o momento do rir, do gargalhar. Em poucos minutos, o riso vira uma gargalhada histérica e os diferentes sons e expressões no rosto dos outros risonhos, vai contagiando o ambiente cada vez mais.

Sempre gostei de rir, aliás, gosto de gargalhar… mas minha risada solta nem sempre esteve estampada no meu rosto, já tive muitos momentos de seriedade, mas meu desejo agora é encontrar outros risonhos incubados, que queiram sair do armário, mas não tem coragem.

Você gosta de rir ?

Assim… Rir sem compromisso, rir sem ter que dar satisfações? Rir sem precisar explicar o porquê?

Você lembra-se de um momento em sua vida quando ficou com dor de barriga e quase perdeu o fôlego de tanto rir?

Que tal nos encontrarmos qualquer dia desses para rir? Você está achando que estou brincando?

Não estou não…

Pode ser que você não esteja com vontade de rir no momento, talvez ache que não tem razões para rir e nem está achando graça de nada. Talvez você tenha decidido que a alegria não te pertence, não sei, são somente deduções minhas que podem estar certas ou erradas, mas seja qual for o momento que está passando na sua vida, quero te fazer um convite para rirmos juntos.

Hoje resolvi criar o grupo do riso solto e tenho o privilégio de dividir essa ideia com você.

Se você quiser fazer parte desse grupo, tudo o que você tem a fazer é me enviar um e-mail com seu nome e cidade onde mora, para que possamos organizar o quanto antes o primeiro encontro do Grupo do Riso Solto.
Sigmar Sabin – Professor e Aprendiz da vida – sigmarsabin@bomdiahoje.com.br -www.bomdiahoje.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *