Pensamento Para Um Bom Dia Hoje

2

“Há muitas pessoas vivendo numa prisão imaginária, são os prisioneiros de suas próprias mentes, ali jogados pelas limitações impostas a sí mesmas, aceitando a pobreza e a derrota”.(Andrew Carnegie)

“Se pudermos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade”. (Walt Disney)

“Os anos enrugam a pele, mas renunciar ao entusiasmo de viver faz enrugar a alma”.(Albert Schweitzer)

“Quando todos pensam igual, ninguém está pensando”. (Walter Lippman)

“Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado… Resignação para aceitar o que não pode ser mudado… E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.” (Francisco de Assis)

“A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nos enquanto vivemos”.  (Pablo Picasso)

Existem muitos tipos de perdas que nem sempre estamos preparados para enfrentar ou dispostos a aceitar.

Infelizmente a vida não é feita somente de vitórias e por isso aprender a lidar com situações de perdas é de extrema importância… Seja ela qual for: um jogo, uma brincadeira, um prêmio, um concurso ou até mesmo uma pessoa querida.

Saber enfrentar a “frustração” é uma excelente oportunidade de encontrar novas maneiras e possibilidades de atingir a satisfação e entender que só existe um “primeiro lugar”. Nem por isso, não ser primeiro, significa que você não tenha valor. Sigmar Sabin Palestrante, Escritor, Professor e Aprendiz da vida.

Riqueza dos Nomes

Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: 30 minutos.
Material: Tiras de papel ou cartolina, pincel atômico ou caneta hidrográfica, cartaz para escrever as palavras montadas ou quadro-negro.
Descrição: Os participantes de um grupo novo são convidados pelo coordenador a andar pela sala se olhando, enquanto uma música toca.
Quando o som para, escolher um par e ficar ao lado dele (a). Cumprimentar-se de alguma forma, com algum gesto (aperto de mão, abraço, beijo no rosto e etc).
Colocar novamente os pares a andar pela sala (desta vez são os dois andando juntos). Assim que pára a música, devem se associar a outro par (fica o grupo com quatro pessoas).
Cada participante do grupo composto de quatro pessoas recebe uma cartolina e coloca nela seu nome (tira de papel também serve).
Após mostrar o nome para os outros três companheiros, os participantes deste pequeno grupo juntarão uma palavra com estas sílabas (servem apenas as letras).Exemplo: Anderson + JÚlio + DAiane = Ajuda
Airton + RoMIlton + ZAira + SanDEr = Amizade
Colocar a palavra formada num quadro-negro ou cartolina e o grupo falará sobre ela e sua importância na vida.

Salmo da Vida

Participantes: 10 a 20 pessoasTempo Estimado: 45 minutos
Material: Lápis e papel para os integrantes.
Descrição: Cada integrante deve escrever a história de sua vida, destacando os acontecimentos marcantes. O coordenador deve alertar o grupo de que experiências de dor e sofrimento podem ser vistas como formas de crescimento e não simples acontecimentos negativos. Em seguida, os integrantes devem se perguntar qual foi à experiência de Deus que fizeram a partir dos acontecimentos descritos ou no decorrer de suas vidas. Depois devem escrever o salmo da vida, da sua vida, uma oração de louvor, agradecimento, pedido de perdão e/ou clamor. O desenvolvimento dos salmos deve-se realizar em um ambiente de paz e reflexão. Então, os integrantes devem ser divididos em subgrupos de três ou quatro pessoas onde cada integrante deve partilhar sua oração. Depois o grupo é reunido e quem quiser pode apresentar sua oração ao grupo. Por último é realizado um debate sobre os objetivos da dinâmica e a experiência que a mesma trouxe para os integrantes. Algumas questões que podem ser abordadas: Como se sentiu recordando o passado? O que mais chamou a atenção? Qual foi a reação para com acontecimentos tristes? Como tem sido a experiência com Deus? Qual a importância Dele em nossas vidas? Pode-se ainda comparar os salmos redigidos com os salmos bíblicos.

O Remador

1 remador
3 pessoas representando: 1 alface, 1 cabra, 1 leão
jogo – o remador fica de um lado da sala e as 3 pessoas do outro.
O remador deverá transportar os 3 elementos sem que eles se juntem para se comerem.o leão come a cabra, a cabra come a alface.

Regra – levar um elemento de cada vez. Não podem ficar na mesma margem os que se comem.

Solução – 1º leva a cabra,
2) leva a alface e traz de volta a cabra,
3) leva o leão
4) leva a cabra de novo

A Mulher Nas Empresas Familiares ( I )

Homens e mulheres estão num emaranhado confuso de caminhos e decisões que podem afetar profundamente as suas vidas nos dias atuais, como reflexo da velocidade com que ocorrem transformações sociais. Sugerimos alguns caminhos para aquelas que desejam chegar mais cedo às suas metas, aos seus sonhos, com esforço e luta, usando sua inteligência e capacidade, sem sofrer com a ditadura do espelho ou modismos do corpo :

1. acompanhar as mudanças sociais e os novos papéis, tanto no lar, como nos negócios, entendendo que reciclar conhecimentos é fundamental, para o crescimento, como pessoa ou profissional.

2. não confundir papel feminino com masculino, virando um coronel de saias, quando tiver o poder e comando de pessoas no seu negócio.

3. manter-se jovem, seja no corpo, na alma, no espírito, não jogando em outras pessoas frustrações de carreira ou vida pessoal, mas entendendo que fazem parte do seu processo de crescimento.

4. cultivar a vida espiritual, sempre que possível, buscando o equilíbrio entre corpo e mente, para ter uma vida melhor.

5. não se acomodar julgando-se velha demais para estudar ou recomeçar a vida, “já que ela começa aos 40”…e também exercer atividades sociais ou de filantropia preenchendo a sua vida com fins mais úteis do que fazer fofoca nos portões de casa, academias, salões de beleza ou mesmo gazetear na noite ou avenidas da cidade

6. acreditar que tem talento, para assumir maiores responsabilidades, seja na manutenção da família com o parceiro ou nos negócios, dividindo papéis e decisões. Lutar para manter sua individualidade e integridade ética sempre !

7. ter sensibilidade para negociar os papéis no lar com o parceiro, buscando o equilíbrio de tempo e esforços de cada um, além do estabelecimento de limites para os filhos…para evitar danos maiores, pela liberdade excessiva ou temor dos pais.

8. jamais deixar de sonhar, porque os sonhos irão te manter viva, forte, vibrante, disposta a correr riscos, a buscar o impossível…sonhos são alimentos que necessitamos no dia-a-dia e nos mantém fortes para todos os tipos de batalhas, sejam pessoais ou profissionais…

9. saber lidar com a WEB (internet), não só como fonte de pesquisas, mas também com alguns cuidados com os filhos, já que sem filtros e com exageros muito lixo estará entrando na sua casa…

10. correr atrás de todas as oportunidades de crescimento, seja indo a feiras, viagens pessoais ou profissionais, visitando clientes e fornecedores, participando de cursos e palestras, que possam agregar conhecimentos ao seu perfil, seja pessoal ou profissional.

11. se fizer parte de negócios familiares, entender que é necessário ter um conhecimento maior sobre deste modelo de empresa, evitando “cair do cavalo” porque não tinha informações especializadas sobre gestão familiar.

12. seguir em frente, sempre, buscando energia nas pequenas vitórias como se fossem grandes feitos, afinal, de grão em grão, você pode ter uma colheita de oportunidades realizadas e chegar onde sempre desejou…

Lembrar que o sucesso depende como sempre do equilíbrio entre o que faz bem ou não e a felicidade é uma conquista constante, em degraus e momentos consecutivos…quem parar, perde o trem, seja do sucesso,da paz, da felicidade…

Algumas dicas de leituras : Mulheres Alteradas:I,II,III,IV (Maitena), As Herdeiras (R.Bernhoeft), O Princípio Dilbert (Scott Adams), Ensinar Aprendendo (Içami Tiba), A Ética na Empresa Familiar (João Bosco Lodi), O Jeito Brasileiro de Administrar de Lilian Gonçalves (Rainha da Noite em São Paulo), “Dicas de Sucesso para Novos Empresários” + Amar é Preciso + Os Caminhos Para uma Vida a Dois (Maria Helena Matarazzo), Gestão Viva (Jair Moggi), Zapp em Ação (Alfredo Pires de Castro).

Algumas dicas de sites úteis : www.bolsademulher.com.br (bem estar, comportamento,serviços,cursos,terapias,moda, acessórios) / www.juliolobos.com.br (autor dos livros Adeus,Amélia e Mulheres que Abrem Passagem) / www.workshop.com.br (autor Márcio Miranda, DVD sobre Negociação para Mulheres) / www.work.com.br ou www.dulcemagalhaes.com.br (Dra.Dulce Magalhães, educadora de adultos, ótimos artigos).

Alguns sites para baixar artigos do autor : www.remade.com.br (opiniões), www.agrolink.com.br (colunistas…joão mariano de almeida ….), www.faconsultoria (secretarias….colunas…joão mariano de almeida ….), www.revistasim.com.br (opinião), www.vendamais.com.br (varejo + empreendedorismo), www.cade.com.br ou www.altavista.com ou www.google.com.br (empresas familiares…joão mariano de almeida) .

Autor: Prof.João Mariano de Almeida, pós em Rh, mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981 em PMR-Projetos de Melhorias de Resultados (Produtividade/Qualidade/Processos, RH/Avaliação Desempenho/Política Salarial/Plano de Carreira/PPR-Participação nos Resultados / Reduzir Custos/Desperdícos, Marketing/Vendas/Gerar Novos Negócios, Formar e Reciclar Lideranças e Programas Motivacionais), em negócios familiares. É autor dos áudios (cd´s-voz) “AS 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar” e “Sugestões para Solucionar Problemas na Gestão Familiar”, já disponíveis na região. Realiza também palestras com fins sociais, para recolher alimentos e doar para asilos e outras entidades sociais. Cel. (17) 9702-1007 / pmr.mariano@bol.com.br / pmr_almeida@hotmail.com

Fotolinguagem

Dinâmicas De Integração E Comunicação

Objetivo: Olhando para as fotos sobre a realidade que se vive, aprender a ligar dois ou mais fatos e ter uma opinião sobre eles.
Número de participantes: Se houver mais de oito pessoas, deve-se subdividir em grupos de cinco.
Material necessário: Fotos de jornais e revistas espalhadas por toda a sala.
Descrição da dinâmica:
Os participantes passeiam pela sala, olhando as fotos e escolhem duas fotos que tenham ligação entre si.
Depois, durante 7 minutos, pensam nas seguintes questões:
a) Que realidade me revelam?
b) Qual a ligação entre elas?
c) Por que me identifiquei com elas?
Cada um apresenta as fotos e as conclusões às quais chegou. O restante do grupo pode questionar a ligação dos fatos entre si e fazer uma ou duas perguntas para clarear melhor as afirmações.
Fonte: Agenda da Juventude, CCJ (Centro de Capacitação da Juventude), São Paulo, 2000. Site na internet

Conhecimento Mútuo

Dinâmicas De Integração E Comunicação

Objetivo: Oportunizar um maior conhecimento de si mesmo e facilitar melhor relacionamento e integração interpessoal.
Tempo de duração: Aproximadamente 60 minutos.
Material necessário: Lápis e uma folha de papel em branco para todos os participantes.
Ambiente físico: Uma sala, com cadeiras e mesas, suficientemente ampla, para acomodar todos os participantes.
Descrição da dinâmica:
1. O facilitador explicita o objetivo e a dinâmica do exercício.
2. Em continuação, pede que cada um escreva, na folha em branco, alguns dados de sua vida, fazendo isso anonimamente e com letra de fôrma, levando para isso seis a sete minutos.
3. A seguir, o facilitador recolhe as folhas, redistribuindo-as, cabendo a cada qual ler em voz alta a folha que recebeu, uma por uma.
4. Caberá ao grupo descobrir de quem é, ou a quem se refere o conteúdo que acaba de ser lido, justificando a indicação da pessoa.
5. Após um espaço de discussão sobre alguns aspectos da autobiografia de cada um, seguem-se os comentários e a avaliação do exercício.
Fonte: “Relações Humanas Interpessoais, nas convivências grupais e comunitárias”, de Silvino José Fritzen, Editora Vozes

Desenho de Giz

Dinâmicas De Integração E Comunicação

Objetivo: Avaliar a caminhada do grupo ou o andamento de uma reunião através de manifestações simbólicas dos participantes.
Para quantas pessoas: Funciona muito bem para grupos de tamanho médio, até trinta pessoas.
Material necessário: Lousa e giz colorido ou papelógrafo (bem grande) e lápis de cor, giz de cera ou outro material, com várias opções de cor.
Descrição da dinâmica:
O coordenador orienta os participantes a irem até a lousa (ou papelógrafo) para desenharem algumas coisas que indiquem como estavam quando começou o curso (ou o grupo, no caso de se avaliar a caminhada do grupo) e outro desenho que indique como estão agora, passado algum tempo desde o início do processo.
Quando todos tiverem feito os seus desenhos, o coordenador convida quatro pessoas para falarem da mudança que percebem em si mesmos e outros quatro para falarem um pouco do que estão vendo no quadro.
É importante o coordenador ficar atento e “puxar” a avaliação para o que realmente se quer avaliar.
Fonte: CCJ – “Centro de Capacitação da Juventude”.

Jogo Das Mãos

Dinâmicas De Integração E Comunicação

Finalidade: Refletir sobre a importância da participação na resolução de problemas.
Para quantas pessoas: de seis até 25 participantes (grupos muito grandes deverão ser subdivididos)
Descrição da dinâmica:
Os participantes deverão ficar de pé, dando-se as mãos, como para uma brincadeira de roda.
O moderador explica que o grupo terá como objetivo “virar toda a roda ao contrário”, ou seja, todos deverão ficar de costas para o centro do círculo com os braços esticados (não vale ficar com os braços cruzados sobre o peito).
O jogo tem regras: os participantes não poderão soltar as mãos, nem falar, até conseguirem alcançar a posição.
O monitor dá início ao jogo, reforçando que o grupo deverá buscar uma maneira (estratégia) de atingir o objetivo, respeitando as regras estabelecidas.
A solução para este “problema”, que no início não parece ter solução, é simples: um dos participantes deverá erguer o braço do colega formando um arco ao alto pelo qual todos, ligeiramente agachados, passarão.

A Construção Coletiva Do Rosto

Dinâmicas De Integração E Comunicação

a) Orientar os participantes para sentarem em círculo;
b) O assessor distribui para cada participante uma folha de papel sulfite e um giz de cera;
c) Em seguida orienta para desenhar o seguinte:
– uma sobrancelha somente;
– passar a folha de papel para as pessoas da direita e pegar a folha da esquerda;
– desenhar a outra sobrancelha na folha que este recebeu;
– passar novamente;
– desenhar um olho;
– passar novamente;
– desenhar outro olho;
– passar a direita e… completar todo o rosto com cada pessoa colocando uma parte (boca, nariz, queixo, orelhas, cabelos).
d) Quando terminar o rosto pedir à pessoa para contemplar o desenho;
e) Orientar para dar personalidade ao desenho final colocando nele seus traços pessoais;
f) Pedir ao grupo para dizer que sentimentos vieram em mente.
Fonte: Equipe da Casa da Juventude Pe. Burnier,CAJU, Goiânia, GO.Subsídio de Apoio da Escola de Educadores de Adolescentes e Jovens.